Meliá Abre Neste Verão Um Novo Hotel De Luxo Em Menorca Focado Na Sustentabilidade

A Meliá Hotels International vai abrir este verão um novo hotel de luxo em Menorca, o Gran Meliá Villa Le Blanc, que apresenta como “um exemplo de construção eficiente”, integrado na paisagem e focado na sustentabilidade. 

Gran Meliá Villa Le Blanc. (© PressTur)

O hotel, apresentado em comunicado como “um refúgio de pedra branca em frente ao Mediterrâneo”, sobre a praia de Santo Tomás, resulta da renovação do antigo hotel Sol Beach House, com assinatura do arquiteto Álvaro Sans. 

Com 159 quartos, alguns com piscina privada, a unidade foi concebida como “uma grande varanda com vista para o mar e a luz, com as cores branco e azul a protagonizarem e com grandes terraços e alpendres característicos da arquitetura mediterrânica”. 

“Villa Le Blanc é um sonho tornado realidade para a nossa empresa”, afirmou Gabriel Escarrer, Vice-Presidente e CEO, Meliá, citado no comunicado. 

A Villa Le Blanc terá um sistema de gestão energética eficiente, assente na implementação de energias renováveis (como biomassa, solar ou geotérmica) e sistemas de domótica para promover níveis mínimos de consumo, tanto de energia como de água. Além disso, os sistemas de ar condicionado do edifício vão utilizar a água do mar para trocar energia, o que permitirá reduções no consumo de eletricidade até 40%. 

A unidade hoteleira também investe em modelos circulares de gestão de resíduos, usando, por exemplo, o calor residual do ar condicionado para aquecer a água de sanitário e das piscinas aquecidas. A água da retrolavagem da piscina será usada para a limpeza do hotel, a água da chuva será usada para a irrigação dos jardins e, por fim, a recuperação das águas cinzentas serão destinadas ao uso nos sanitários. 

O comunicado sublinha que o Gran Meliá Villa Le Blanc encontra-se “num cenário natural idílico na costa de Migjorn, a meio caminho entre Mahón e Ciutadella, um enclave estratégico para descobrir todas as atrações culturais e naturais desta ilha, declarada Reserva da Biosfera pela UNESCO em 1993”. 

O hotel é propriedade da empresa Victoria Hotels & Resorts, criada em 2021 com a participação da Meliá Hotels International, Bankinter e outros investidores clientes do banco, e com a GMA a atuar como Sócio-Gerente. 

Comentários