MTur Contabiliza Entrega De 168 Obras No Brasil No Primeiro Trimestre

Projetos voltados à melhoria de atrativos turísticos nos destinos nacionais contaram com um investimento total de R$ 98,6 milhões do Ministério do Turismo 

Em meio à retomada de viagens, destinos das cinco regiões do Brasil ganharam melhores condições de receber visitantes neste primeiro trimestre do ano. Um investimento total de R$ 98,6 milhões do Ministério do Turismo garantiu a conclusão de 168 obras de infraestrutura turística apoiadas financeiramente pelo governo federal em todo o país. As ações envolvem, por exemplo, a construção de praças públicas e de centros de eventos e orlas. 

A reforma e ampliação do Aeroporto de Barcelos (AM) foi uma das obras concluídas no primeiro trimestre. (MTur © Roberto Castro)

Na região Nordeste, R$ 55 milhões asseguraram a entrega de 72 trabalhos. Destaque para a implantação do Terminal de Passageiros do Aeroporto de Barreirinhas (MA), porta de entrada dos Lençóis Maranhenses, que contou com R$ 3,9 milhões. Já no Sul, houve aportes de R$ 20,6 milhões, que proporcionaram a finalização de 46 obras. Uma delas foi a primeira etapa da ciclovia do município de Arvoredo (SC), palco de atrativos rurais, que recebeu R$ 911,8 mil. 

O ministro do Turismo, Carlos Brito, destaca o empenho pela conclusão de projetos que aprimorem a experiência do visitante. “A retomada do turismo requer um permanente esforço para garantir o adequado atendimento a turistas. Estamos dando continuidade ao grande trabalho de estruturação dos destinos nacionais realizado desde o início do governo Jair Messias Bolsonaro, que se reflete na geração de empregos e oportunidades por meio do turismo”, sublinha. 

No Sudeste, foram investidos R$ 11,1 milhões que permitiram entregar 32 projetos. As verbas asseguraram, por exemplo, a revitalização da Praça da Mogiana de Uberaba (MG), destino religioso, histórico e cultural mineiro. Já o Norte contou com R$ 7,5 milhões, assegurando a conclusão de 12 obras. Entre elas, a reforma e ampliação do Aeroporto de Barcelos (AM), cuja cidade é conhecida pelo ecoturismo amazônico e a pesca esportiva, a partir da garantia de R$ 1,3 milhão. 

Já na região Centro-Oeste, o Ministério do Turismo aplicou R$ 4,2 milhões, proporcionando a finalização de seis obras. O investimento garantiu avanços a exemplo da construção da primeira etapa do Terminal Rodoviário de Aripuanã (MT), a partir de um aporte de R$ 487,5 mil. A cidade, distante cerca de 900 km da capital do estado, Cuiabá, é palco de belos rios e cachoeiras, que atraem visitantes à região para banhos. 

AVANÇOS - Em 2021, foram concluídas 762 obras do tipo em todo o país que contaram com um investimento total de R$ 866,2 milhões do MTur. Outros R$ 211 milhões permitiram iniciar 398 trabalhos. Já no ano de 2020, o órgão destinou um recorde de R$ 1 bilhão a obras de infraestrutura turística, garantindo a entrega de 980 trabalhos. Atualmente, o MTur administra uma carteira ativa de 2.790 obras no Brasil. Os projetos envolvem repasses de R$ 2,9 bilhões, sendo que R$ 1,3 bilhão já foi executado. 

Os projetos apoiados pelo MTur são promovidos, preferencialmente, nos municípios do Mapa do Turismo Brasileiro, ferramenta do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) que orienta a aplicação de recursos públicos em destinos que adotam o turismo como estratégia de investimento e de retorno econômico. As verbas provêm do orçamento próprio do órgão e, também, de emendas parlamentares apresentadas à Pasta. 

O novo Mapa do Turismo Brasileiro, divulgado em março, reuniu 2.542 cidades, distribuídas em 322 regiões turísticas do país. A partir deste ano, gestores municipais podem atualizar dados ou cadastrar cidades a qualquer tempo no Sistema de Informações do Mapa do Turismo (SISMAPA), e não mais a cada dois anos, como anteriormente. Com a medida, a plataforma de atualização segue aberta durante todo o ano. 

Comentários