Ryanair Anuncia Sua Estratégia Sustentável De Descarbonização Da Aviação Para 2050

A Ryanair anunciou na semana passada sua estratégia de descarbonização - Pathway to Net Zero. Desenvolvida para reduzir suas emissões de carbono e o impacto de suas operações no meio ambiente, essa estratégia descreve quatro pilares estratégicos fundamentais que sustentam a ambiciosa meta de carbono líquido zero da companhia aérea até 2050:

Descarbonização de 34% através do aumento do uso de combustíveis de aviação sustentável (SAF)

Descarbonização de 32% por meio de melhorias tecnológicas e operacionais

Descarbonização de 24% através de compensação e outras medidas econômicas

Descarbonização de 10% através da introdução de uma melhor Gestão do Tráfego Aéreo

(Arquivo)

Com mais de 1/3 de sua descarbonização proveniente do aumento do uso da SAF, a Ryanair está trabalhando com a UE e fornecedores de combustíveis para acelerar o fornecimento de SAF. Como parte disso, a Ryanair estabeleceu o Centro de Pesquisa em Aviação Sustentável da Ryanair em parceria com o Trinity College Dublin. Esta parceria fornecerá pesquisas em SAF, Zero Carbon Aircraft Propulsion Systems e Noise Mapping.

A Ryanair continuará investindo em novas tecnologias, aeronaves, como sustentado por seu compromisso de US$ 22 bilhões em comprar 210 aeronaves Boeing 737-8200 'Gamechanger'. Até o momento, a companhia aérea fez a entrega de 55 aeronaves 'Gamechanger', que transportam 4% mais passageiros, reduz o consumo de combustível e CO2 em 16% e reduz as emissões de ruído em 40%.

A etapa final do Pathway to Net Zero da Ryanair virá de uma combinação de medidas de compensação, através de projetos de compensação de captura de carbono e o apoio de políticas e reformas principais do governo, como a introdução da iniciativa Single European Sky ATM Research (SESAR). Se introduzido com sucesso pela Comissão Europeia, o SESAR forneceria um processo de gestão do tráfego aéreo padronizado e mais eficiente, proporcionando uma redução significativa e imediata de 10% nas emissões europeias de carbono da aviação.

O Diretor de Sustentabilidade da Ryanair, Thomas Fowler, disse:

"Como a companhia aérea mais verde da Europa, a Ryanair entende que a aviação desempenha um papel fundamental no combate às mudanças climáticas e nosso Pathway to Net Zero nos ajudará a fazer exatamente isso.

Estamos trabalhando incansavelmente com nossa equipe e parceiros estratégicos para liderar o caminho para tornar a aviação mais sustentável. Ficamos encantados em ser atualizados para uma classificação 'B' pelo CDP este ano, reconhecendo nosso compromisso com a redução do nosso impacto ambiental. Embora já tenhamos percorrido um longo caminho, continuaremos a liderar a agenda de aviação sustentável na aviação europeia enquanto embarcamos em nosso ambicioso Pathway to Net Zero até 2050."

Comentários