Destaque Da Semana

Aena Airports Recupera Tráfego De Passageiros Em 60% Em Agosto

Canadá Relata Mais Altos Níveis Mensais Na Indústria Hoteleira Desde Início Da Pandemia

Hendersonville, Tennessee, EUA - A indústria hoteleira do Canadá relatou seus mais altos níveis de desempenho mensal desde o início da pandemia, de acordo com dados de julho de 2021 da STR.

Mesmo com a melhora em relação aos meses anteriores, os níveis de desempenho do país permaneceram bem abaixo das comparações pré-pandemia de julho de 2019.

Ocupação: 54,5% (-27,6%)

Taxa média diária (ADR): CAD151,31 (-18,2%)

Receita por quarto disponível (RevPAR): CAD82,53 (-40,7%)

Os níveis de ocupação e RevPAR foram os mais altos no Canadá desde fevereiro de 2020, enquanto o nível de ADR foi o mais alto do país desde dezembro de 2019.

“Os hotéis no Canadá tiveram um ressurgimento da demanda em julho, com as principais métricas atingindo os níveis mais fortes desde a pandemia”, disse Laura Baxter, Diretora de Análise de Hospitalidade do CoStar Group para o Canadá. O Grupo CoStar é a empresa-mãe da STR.

“O ADR foi a métrica de destaque, pois se aproximou dos níveis de 2019 e os hoteleiros colheram os frutos de hóspedes de lazer transitórios e bem pagos. A taxa nos hotéis em pequenas cidades excedeu os níveis de 2019 em 1%, que foi o primeiro indicador a atingir níveis pré-pandêmicos. As tarifas em locais de resort também apresentaram forte crescimento, chegando a US$ 251, ante US$ 182 em junho.

“Agosto é normalmente o mês mais forte para a indústria hoteleira do Canadá e este ano não será exceção, com as métricas do mês até a data já mostrando uma melhoria em relação aos níveis de julho. A ocupação durante as primeiras duas semanas subiu 10 pontos para 64%. Esse número de ocupação inclui a demanda internacional, agora que americanos totalmente vacinados podem cruzar a fronteira terrestre e os passageiros aéreos internacionais de chegada têm menos restrições na chegada.

Entre as províncias e territórios, a Ilha do Príncipe Eduardo registrou o menor nível de ocupação em julho (47,3%), que foi 43,8% abaixo da comparação pré-pandemia.

Entre os principais mercados, Montreal teve a ocupação mais baixa (42,0%), que foi uma queda de 47,5% em relação a 2019.

A maior ocupação entre as províncias foi relatada em British Columbia (67,2%), queda de 18,8% em relação a 2019. No nível do mercado, a maior ocupação foi relatada em Vancouver (59,2%), que diminuiu 33,1% em relação a 2019.

“A previsão atualizada da STR para o país mostra RevPAR em US$ 54 para 2021, uma perspectiva mais positiva para o ano devido a menos restrições de viagens sustentadas por uma economia forte”, disse Baxter. “Em linha com as tendências sazonais, espera-se que o quarto trimestre gere resultados mais suaves do que o terceiro, já que os hoteleiros geralmente dependem da demanda de negócios durante os meses de outono. Com base no pico nos casos COVID-19, a demanda corporativa reprimida esperada dos mercados de origem americano e doméstico pode ser mais silenciosa do que o inicialmente previsto.”