Destaque Da Semana

Gulf Air Firma Decisão Em Voos Para O Bahrein De Países Da Lista Vermelha

- Os passageiros que partem da Índia, Paquistão, Sri Lanka, Bangladesh e Nepal estão restritos a cidadãos do Bahrein e portadores de visto de residência

- Os passageiros não vacinados, independentemente do ponto de partida e destino final, exigirão um certificado PCR negativo com um código QR para embarcar

- Chegadas não vacinadas ao Bahrein estão sujeitas à quarentena obrigatória de dez dias

Manama, Reino do Bahrein - A Gulf Air, transportadora nacional do Reino do Bahrein, deseja afirmar seu compromisso com a decisão dos assuntos da aviação civil no Reino do Bahrein, com base nas recomendações da Equipe Médica Nacional de Combate ao Coronavírus (COVID-19) em relação à suspensão da entrada de passageiros provenientes dos países da Lista Vermelha (nomeadamente Índia, Paquistão, Sri Lanka, Bangladesh e Nepal) em todos os voos desde ontem, segunda-feira, 24 de maio de 2021, incluindo os que chegam destes países como passageiros de escala, e cujo destino final não será o Reino do Bahrein, os voos serão restritos a cidadãos do Bahrein e titulares de visto de residência no Reino do Bahrein, eles devem apresentar um resultado PCR negativo aprovado com um código QR administrado dentro 48 horas a partir da partida programada.

(Divulgação)

Todos os outros passageiros não vacinados que chegarem ao Bahrein como seu destino final estão sujeitos à quarentena por 10 dias em uma instalação aprovada pelo governo ou em sua residência. Prova de residência possuída ou alugada pelo passageiro ou membro direto da família ou prova de uma reserva pré-paga em uma instalação de quarentena designada é necessária.

Os requisitos de quarentena de 10 dias acima não se aplicam aos passageiros que chegam ao Bahrein de países que não estão na lista vermelha que apresentam certificado de vacinação reconhecido pelo governo do Bahrein. Passageiros com certificados de vacinação válidos emitidos por autoridades de saúde pública nos EUA, Canadá, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia, Japão, Coreia do Sul e Cingapura ou na UE estão isentos dos requisitos de quarentena obrigatórios, mas devem passar por um teste PCR na chegada e um adicional teste no 10º dia de sua estada no Bahrein.

Recomenda-se aos passageiros que fizeram reservas por meio de um agente de viagens que entrem em contato diretamente com os agentes para alterações em suas reservas. Informações adicionais podem ser encontradas em www.gulfair.com/covid19 e ligando para o Centro de Contato da Gulf Air para obter mais informações no telefone +97317373737. Observe que a companhia aérea pode levar mais tempo do que o normal para atender as ligações dos passageiros, devido ao maior volume de ligações.

A Gulf Air confirma que continua a trabalhar em estreita colaboração com as autoridades relevantes no Reino do Bahrein para tomar todas as medidas preventivas para garantir a segurança dos cidadãos e residentes no Reino do Bahrein, e a segurança dos passageiros e membros da tripulação, e pediu desculpas a todos os passageiros por qualquer inconveniente que isso possa ter causado.