Destaque Da Semana

Aena Airports Recupera Tráfego De Passageiros Em 60% Em Agosto

Ryanair Perdeu Mais De 120M De Passageiros No Exercício 20/21

A Ryanair comunicou hoje que nos 12 meses terminados este março, que compreendem a totalidade do exercício 2020/2021, iniciado em abril de 2020, transportou 27,5 milhões de passageiros, registrando assim uma quebra de 81% ou 121,1 milhões.

(© PressTur)

Os dados da low cost mostram que atravessa atualmente a segunda pior fase do impacto da pandemia na aviação europeia, com dois meses consecutivos (janeiro e fevereiro) que não passou de meio milhão de passageiros em cada um deles.

A sua pior fase mantém-se assim a dos primeiros meses do impacto da pandemia, no segundo trimestre de 2020, em que em abril e junho ficou pelos 400 mil passageiros e em maio por 700 mil.

A partir do terceiro trimestre, tradicionalmente época alta na Europa, a Ryanair voltou a apresentar totais de tráfego mensal na ordem dos milhões de passageiros, com um máximo de sete milhões em agosto. Mas sem deixar de apresentar fortes quebras, a menor das quais em 53%, no ‘pico’ da época estival.

O transporte na ordem dos milhões de passageiros por mês manteve-se até janeiro passado, em que atingiu 1,3 milhões, depois de 1,9 milhões em dezembro e 2 milhões em novembro, com as quebras de novo a situarem-se acima dos 80%, tendo atingido 95,5% no último trimestre de 2020.