Oneworld, SkyTeam E Star Alliance Se Unem Para Pedir Abertura Das Fronteiras

As alianças de companhias aéreas mundiais se unem para pedir aos governos internacionais que ajam rapidamente para adotar protocolos de teste e tecnologia digital Health Pass para reabrir fronteiras

As três alianças globais de companhias aéreas, Oneworld, SkyTeam e Star Alliance, estão em total apoio ao relatório da segunda fase do Conselho de Força Tarefa de Recuperação de Aviação (CART) da Organização de Aviação Civil Internacional (ICAO) lançado, em 10 de novembro. Juntos, eles exortam os governos a implementar as diretrizes do relatório para os protocolos de teste de passageiros, bem como a adoção da tecnologia digital Health Pass, para que as viagens aéreas possam ser retomadas com segurança.

As 3 alianças somam em torno de 58 companhias aéreas-membros, transportando 1,87 bilhão de passageiros globais anualmente. (© Google Imagens)

Restrições de viagens e entradas impostas pelo governo continuam a impactar significativamente a demanda global de viagens. Enquanto isso, o teste COVID-19 emergiu como uma parte importante de uma solução ponta a ponta para permitir o reinício seguro das viagens internacionais, potencialmente reduzindo a dependência do instrumento cego de quarentena geral.

“Congratulamo-nos com a publicação do relatório CART atualizado que, entre outras coisas, exige uma consideração séria da triagem e testes como um meio para aliviar as restrições de viagens e fronteiras, e revitalizar a indústria de viagens e turismo, e a economia global”, disse Jeffrey Goh, CEO da Star Alliance. “Um protocolo robusto para testes também fornecerá mais evidências para demonstrar que as viagens aéreas não são uma causa material para infecções e abrirá o caminho para que uma estrutura de confiança seja estabelecida entre os países.”

Em nome de suas 58 companhias aéreas membros, representando mais de 60% da capacidade aérea mundial e transportando mais de 1,87 bilhão de passageiros anualmente antes da crise do COVID-19, as três alianças estão pedindo uma abordagem harmonizada para os testes que formarão a base de uma estrutura de confiança, conforme recomendado pelas diretrizes da ICAO.

O CEO da SkyTeam, Kristin Colvile, disse: “Os regimes de teste e testes de passes digitais de saúde identificaram meios para restaurar a confiança e reabrir fronteiras, complementando camadas e mais camadas de medidas de segurança de passageiros já implementadas por companhias aéreas e aeroportos, em todo o mundo. A aviação sustenta milhões de empregos em todo o mundo e impulsiona o comércio internacional, o comérico e o turismo. Ação urgente é necessária para adotar testes e tecnologia para mitigar os riscos de COVID, e reviver, com segurança e rapidez, as viagens aéreas internacionais.”

Os recentes testes digitais com 'passe de saúde', como o Passe Comum, são um caso forte para o uso de tecnologia digital para fornecer padrões harmonizados na validação e verificação de dados de saúde de passageiros credenciados. As alianças oferecem suporte a soluções técnicas que fornecem uma maneira consistente, escalável e acessível de declarar dados de saúde do passageiro que são simples de implementar como parte da viagem do cliente, com processos iniciados antes da viagem para reduzir a inconveniência dos passageiros nos aeroportos.

O CEO da Oneworld, Rob Gurney, disse: “Com extensas restrições de viagens criando muita incerteza para os clientes, os testes podem desempenhar um papel importante para permitir o reinício seguro das viagens. Qualquer solução usada para declarar os dados de saúde do passageiro deve ser consistente, escalonável e econômica - isso proporcionará clareza e confiança aos clientes, companhias aéreas e outras partes interessadas conforme as viagens internacionais recomeçam.”

Comentários