Destaque Da Semana

Volaris Relata Recuperação Acentuada No Tráfego De Passageiros Para Setembro

A Volaris, a companhia aérea de custo ultrabaixo que atende o México, os Estados Unidos e a América Central, relata os resultados preliminares de tráfego de setembro de 2020.

Arquivo/BTS.news

A Volaris está bem posicionada para uma recuperação contínua do tráfego e está recuperando capacidade em um ritmo acelerado, devido ao seu forte modelo de negócios de custo ultrabaixo focado nos segmentos de VFR (Visitando Amigos e Parentes) e de lazer nos mercados doméstico e transfronteiriço. A Volaris também continua tendo sucesso em seus esforços para converter os primeiros passageiros por meio de suas campanhas de marketing de troca de ônibus no México.

Em setembro de 2020, a capacidade medida por ASM´s (Available Seat Miles) foi de 84,2% em relação ao mesmo mês do ano passado. A demanda medida por RPM´s (Receita de Milhas de Passageiros) foi de 75,6% do ano passado. Isso representa um aumento de 2,4% em relação a agosto de 2020. A companhia aérea transportou um total de 1,3 milhão de passageiros, em setembro de 2020, um aumento de 4,1% em relação a agosto de 2020. A taxa de ocupação reservada para setembro de 2020 foi de 74,4%, um aumento de 1,8 pp em relação a agosto de 2020. Nenhum show voltou aos níveis normais.

O presidente e CEO da Volaris, Enrique Beltranena, comentando sobre os resultados do tráfego em setembro de 2020, disse: "Nosso modelo ULCC mostrou que é resiliente nesta crise e suporta nosso aumento único de capacidade. Nossa principal prioridade continua a ser preservação de caixa e gerenciaremos a capacidade com foco na geração de receita e margens operacionais. A Volaris transportou mais de 4,5 milhões de passageiros após a implementação bem-sucedida do Protocolo de Biossegurança, em abril de 2020. A Volaris recebeu o selo de viagem segura do Secretário de Turismo da Cidade do México."

Para outubro de 2020, a Volaris planeja operar aproximadamente 85% da capacidade, medida por ASM´s, em comparação com o cronograma publicado originalmente.

Comentários