Destaque Da Semana

Qatar Airways Expande Rede Para Mais De 90 Destinos Com Retomada De Vôos

A jovem frota de aeronaves sustentáveis ​​da companhia aérea permitiu-lhe manter a sua posição como a companhia aérea líder no fornecimento de conectividade global com mais de 650 vôos semanais para mais de 90 destinos

DOHA, Qatar - A Qatar Airways continua a liderar a indústria da aviação, oferecendo mais conectividade global do que qualquer outra companhia aérea. Com a rede da companhia aérea nunca caindo para menos de 30 destinos desde o início da pandemia, a retomada dos serviços para Amã, Entebbe, Hanói, Seychelles, Windhoek e Yerevan, e o lançamento de novos vôos para Accra verão a rede global da companhia aérea mais que triplicar em tamanho em meados de outubro. A resiliência e o compromisso da companhia aérea em fornecer conectividade também a fizeram lançar vários novos destinos desde o início da pandemia, incluindo Accra, Brisbane e Cebu.

Os passageiros da Qatar Airways podem desfrutar de opções de viagem mais flexíveis por meio do melhor e mais conectado aeroporto do Oriente Médio, o Aeroporto Internacional de Hamad. (Divulgação)

A variedade de aeronaves com baixo consumo de combustível e o gerenciamento estratégico da rede da companhia aérea permitiram que ela retome vôos rapidamente e expanda os serviços de acordo com a demanda dos passageiros. Os seguintes destinos estão planejados para retomar os vôos ou aumentar as frequências:
  • Amã (vôos diários começaram em 15 de setembro, transporte de passageiros limitado apenas a AMM-DOH);
  • Clark (aumentando para nove vôos semanais desde 20 de setembro);
  • Copenhague (aumentando para 10 vôos semanais a partir de 15 de outubro);
  • Dhaka (aumentou para sete vôos semanais desde 19 de setembro);
  • Entebbe (três vôos semanais a partir de 2 de outubro);
  • Hanói (quatro vôos semanais a partir de 3 de outubro);
  • Madrid (aumentando para 10 vôos semanais a partir de 1 de outubro);
  • Manchester (aumentando para 17 vôos semanais a partir de 15 de outubro);
  • Manila (aumentando para 17 vôos semanais a partir de 2 de outubro);
  • Seychelles (três vôos semanais a partir de 15 de outubro);
  • Estocolmo (aumentando para 10 vôos semanais a partir de 15 de outubro);
  • Windhoek (três vôos semanais a partir de 15 de outubro);
  • Yerevan (cinco vôos semanais começaram em 15 de setembro, aumentando para diários a partir de 5 de outubro).

O CEO do Qatar Airways Group, Sua Excelência o Sr. Akbar Al Baker, disse: “Temos orgulho de ser a companhia aérea líder global que conecta passageiros com o mundo, ajudando a levar as pessoas com segurança e sustentabilidade para onde precisam estar. Ter uma das frotas mais jovens e mais econômicas nos permite ser ágeis e responder rapidamente à demanda dos passageiros. Nosso foco durante a reconstrução de nossa rede não é apenas reiniciar destinos, mas também operar o maior número de frequências possível para fornecer aos nossos passageiros a flexibilidade de viajar quando desejarem. Ao continuar a voar durante a pandemia enquanto outros pararam, ganhamos a confiança dos passageiros como uma companhia aérea na qual podem confiar. Levamos mais passageiros internacionais para casa do que qualquer outra companhia aérea durante esta pandemia e, à medida que as restrições de entrada diminuem, continuamos focados em nossa missão fundamental de transportar passageiros em todo o mundo com segurança e confiabilidade. Ainda há milhões de pessoas que não puderam se reunir com seus amigos e familiares, e é comovente saber que nossa crescente rede lhes dará a oportunidade de viajar para casa ou fazer uma viagem para ver seus entes queridos.”

Para garantir que os viajantes possam planejar suas viagens com tranquilidade, a companhia aérea ampliou suas políticas de reserva para oferecer ainda mais opções aos passageiros. A companhia aérea permitirá mudanças ilimitadas de data, e os passageiros podem mudar seu destino com a freqüência necessária se estiver a 5.000 milhas do destino original. A companhia aérea não cobrará nenhuma diferença de tarifa para viagens concluídas antes de 31 de dezembro de 2020, após o que as regras de tarifa serão aplicadas. Todas as passagens reservadas para viagens até 31 de dezembro de 2020 serão válidas por dois anos a partir da data de emissão. Para os termos e condições completos, visite  qatarairways.com/RelyOnUs.

De acordo com os últimos dados da IATA, a Qatar Airways se tornou a maior transportadora internacional entre abril e julho, cumprindo sua missão de levar as pessoas para casa. Isso permitiu que a companhia aérea acumulasse experiência incomparável no transporte de passageiros com segurança e confiabilidade e posicionou a companhia aérea de forma única para reconstruir sua rede de maneira eficaz. A transportadora implementou rigorosamente as mais avançadas medidas de segurança e higiene a bordo de sua aeronave e no Aeroporto Internacional de Hamad.

Comentários