Destaque Da Semana

IAG Relata Prejuízo Operacional De € 1,3 Bilhão No 4º Trimestre

Delta Reduz Vôos Internacionais Em 90% No 2º Trimestre

A companhia aérea norte-americana Delta Air Lines, segunda maior companhia aérea do mundo, indicou ontem que tem previsto reduzir a capacidade em 85% no segundo trimestre, com reduções de 80% em vôos domésticos e 90% em vôos internacionais.


A informação consta do balanço do primeiro trimestre divulgado hoje no qual indica que um prejuízo de 534 milhões de dólares, pior US$ 1.2 bilhão que no período homólogo de 2019, com as receitas operacionais a caírem US$ 1.8 bilhão de dólares, para US$ 8.5 bilhões.

A Delta indica na mesma informação que as receitas de passagens tiveram uma quebra de 18,2%, para 7.5 bilhões de dólares, com quebras de 19,6% nas tarifas turísticas (Main Cabin), para US$ 3.7 bilhões, e de 17% na Business e Premium, para US$ 2.7 bilhões.

Por setores de rede, a informação indica quebras de 16,9% em vôos domésticos, para 5.6 bilhões de dólares, 23,8% nos vôos transatlânticos (de/para a Europa), para 818 milhões, 11,2% nas rotas da América Latina, para 765 milhões, e 33,3% nas rotas do Pacífico, para 385 milhões.

A companhia aérea especificou ainda ter registrado no primeiro trimestre uma quebra da receita unitária (por passageiros voado uma milha) em 13,3%, com -16% nas linhas domésticas, -13,3% nas transatlânticas, -56% nas rotas da América Latina e -9,3% nas linhas do Pacífico.

Fonte: PressTur


Banner 3