Bariloche Projeta Cerca De 300.000 Turistas Nesta Temporada De Inverno

Confiança na conectividade e ações promocionais

Na segunda-feira, a temporada de inverno em Bariloche e El Bolsón, os dois principais destinos de neve na província de Río Negro, é formalmente iniciada. Autoridades e confiança privada na conectividade com Buenos Aires e no interior do país, e na taxa de câmbio para seduzir turistas estrangeiros. As reservas para julho já estão perto de 70%, segundo autoridades locais.


Em diálogo com HOSTELTUR LATAM, Diego Piquín , presidente da Autoridade Comum de Promoção Turística de Bariloche (Emprotur) previu que neste inverno "Estamos planejando ter entre 280.000 e 300.000 turistas durante toda a temporada, com a maior concentração em Julho e Agosto ", Assegurando que, se esta previsão for materializada, os números de 2018 serão excedidos - na qual o motivo ? " A grande conectividade que temos com a Argentina e o Brasil", disse ele .

Isso acontece, como mencionado pelo prefeito de Bariloche, Gustavo Genusso que este inverno vai ser, em média, 30 vôos por dia, com picos de 40 e 13 serviços diretos para conectar o mercado brasileiro com a cidade andina, recebendo o mais alto nível de conectividade recente em 15 anos, assegurou o governador do Rio Negro, Alberto Weretilneck.

Para o inverno haverá vôos sazonais com a NOA no caso da América Latina, e também os vôos para o Brasil com a LATAM, GOL e Azul. No entanto, esta última companhia aérea brasileira confirmou que manterá seus vôos para São Paulo durante todo o ano, que serão aos sábados e "é uma ótima oportunidade para o destino, continuar trabalhando no mercado brasileiro durante todo o ano com um voo direto" e é " uma grande vantagem para a região, não só para Bariloche ", disse Diego Piquin.

Que também destacou o trabalho com o mercado brasileiro foi Daniel Garcia, secretário de Turismo do Rio Preto, acrescentando que os dados com a agência Decolar terá vôos charter semanais para Bariloche e espera um impacto positivo sobre "a taxa de câmbio, o que favorece hoje mais do que quando tiraram os ingressos há alguns meses, e o reembolso do IVA sobre hospedagem e conectividade ", disse ele à HOSTELTUR LATAM. A partir da província é esperado que no total movimentariam pelo menos 20% a mais turistas brasileiros.

Quanto ao turismo doméstico , "a projeção é boa, há um bom nível de reservas. Quanto maior a alocação de assentos que temos, o crescimento que o aeroporto tem com sua nova construção mostra que não apenas os turistas regionais e brasileiros vêm no inverno, mas há também uma demanda muito forte do nacional ", afirmou. Devemos lembrar, como publicou esta publicação, que a Aerolíneas Argentinas decidiu aumentar seus vôos para destinos de neve em 8%, sendo Bariloche uma das cidades com mais vôos.

Para finalizar, Diego Piquín comentou que para o mês de julho as reservas "já estão em 70% e em agosto estamos um pouco mais baixas, mas já em 50-55%". Com base nisso, ele concordou que "as expectativas são muito boas", graças ao trabalho conjunto feito com o setor privado para que haja uma variedade de ofertas.

"O tema dos preços é muito bem cuidado, o tema das promoções e oportunidades é pensado para que o destino possa aproveitar o maior número possível de visitantes em um contexto econômico complexo, que nos preocupa, e nos ocupa", concluiu.


Comentários