Destaque Da Semana

Worldhotels: Transformação Digital Está Afetando O Setor Hoteleiro

As tecnologias emergentes, como chatbots, realidade virtual, biometria e integração das coisas da Internet estão causando uma mudança na indústria hoteleira como Worldhotels, que analisa algumas das tendências tecnológicas mais perturbadoras que estão mudando a cara do setor de hotéis.


A Worldhotels enfatiza que os hoteleiros que adotaram rapidamente algumas dessas tecnologias emergentes conseguiram maximizar a visibilidade da marca, melhorar sua produtividade e as experiências dos clientes. Desafios enfrentados por proprietários de hotéis independentes com o impacto dessas tecnologias no setor de viagens.


Chatbots: 24 Horas

Os hotéis podem fornecer todas as informações previamente armazenadas em pastas por uma recepcionista virtual. Algumas cadeias internacionais de hotéis começaram a usar chatbots gerenciados através de inteligência artificial para fazer alterações nas reservas ou verificar os saldos das contas e os cupons de desconto.

Por outro lado, os hotéis sofisticados implementaram robôs de bate-papo ativados por voz para abrir as cortinas, definir o despertador e pedir café da manhã ou serviço de quarto para seus convidados sem a necessidade de presença humana no processo.

No entanto, onde o mais freqüente é encontrar a tecnologia de bots de bate-papo é no segmento de suporte e atendimento ao cliente. Inúmeros hotéis integraram essa opção em seu site, substituindo as comunicações telefônicas e por e-mail por conversas inteligentes por meio de texto ou voz.

Os chatbots respondem 24 horas por dia e podem fornecer benefícios de economia de tempo e custos para hoteleiros, acelerando o processo de reserva.


Realidade Virtual

Por outro lado, a realidade virtual permite que os potenciais clientes explorem o hotel, consultem todas as facilidades oferecidas e vejam serviços próximos, como cafés, restaurantes e centros comerciais.

A realidade aumentada também está passando pela indústria da hospitalidade e alguns hoteleiros estão incorporando o conteúdo em formato de imagem nos menus de seus restaurantes, permitindo que os clientes não-nativos a leiam em seus próprios idiomas.


Voz Facial E Características Biométricas

A verificação biométrica é qualquer meio pelo qual um indivíduo pode ser identificado de forma única por meio da avaliação de um ou mais particularidades biológicas, tais como ADN, impressões digitais e as ondas de voz, a geometria da mão e o lóbulo da orelha, a retina e a íris, entre outros.

A Worldhotels recomenda o uso da verificação biométrica como meio de identificação e controle de acesso. A utilização de dados biométricos no setor hoteleiro garante maior segurança e vigilância, além do monitoramento de turnos e detecção de fraudes.

Uma pesquisa realizada pela Oracle no ano passado mostrou que 72% dos gerentes de hotéis acreditam que o reconhecimento dos hóspedes por meio da biometria facial será usado nos próximos cinco anos.

A biometria de voz também desempenhará um papel cada vez mais importante na indústria hoteleira, com dados mostrando que 50% dos clientes que dizem que fazer pedidos através de um assistente virtual melhorariam sua experiência e 33% disseram que visitariam o site com mais frequência.


Integração Da Internet Das Coisas

Finalmente, Worldhotels enfatiza que existem mais de 23.000 milhões de dispositivos instalados no mundo que estão conectados à Internet das Coisas (IoT). Os hotéis podem extrair dados de dispositivos IoT para oferecer serviços avançados aos seus clientes.

Alguns hotéis de Nova York oferecem um iPad para cada hóspede quando se registram para solicitar o serviço de quarto, agendam consultas no spa, controlam a temperatura do quarto e até se comunicam com a equipe do hotel.

Aproveitando os dados da IoT sobre reservas anteriores, seleções de alimentos, excursões e serviços no quarto, os hoteleiros podem personalizar ainda mais e transformar a experiência do hóspede.


Comentários