Destaque Da Semana

Iberia Reduz Estrutura Para Enfrentar Crise De Covid-19

Macau “Veste-Se” De Arte E Cultura De Junho A Setembro Deste Ano

O secretário para os Assuntos Sociais e Cultura de Macau, Alexis Tam, apresentou nesta terça-feira, em conferência de imprensa, em Lisboa, o “Arte Macau” um mega-evento internacional de artes e cultura, que decorrerá no território entre os meses de Junho e Setembro deste ano

Este mega-evento é organizado pelo Instituto Cultural (IC) e pela Direção dos Serviços do Turismo (DST) de Macau, co-organizado pela Direção dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ) e pela Direção dos Serviços do Ensino Superior (DSES) do território, e conta ainda com a participação de outras entidades convidadas, incluindo consolados estrangeiros e operadoras de estâncias turísticas integradas da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), sob o patrocínio do Gabinete do secretário para os Assuntos Sociais e Cultura.


De Junho a Setembro, Macau “ficará imbuída de vitalidade artística e espírito criativo, prometendo surpresas a cada esquina, um Verão inesquecível, e pleno de emoções” conforme foi revelado.

Do programa do mega-evento consta a “Arte Macau: Exposição Internacional de Arte”, na qual serão apresentadas obras de artes visuais em diferentes espaços de Macau, tais como no Museu de Arte de Macau, consulados estrangeiros, hotéis e estâncias turísticas integradas, bem como em locais públicos ao ar livre.

No entanto, servindo de aperitivo para a “Arte Macau”, já em Abril arranca uma série de pré-eventos, com a inauguração de várias grandes exposições: “Desenhos da Renascença Italiana no Museu Britânico”; e “Comemoração do 70º Aniversário da Implementação da República Popular da China e do 20º Aniversário do Retorno de Macau à Pátria Beleza na Nova Era – obras-primas da Coleção do Museu Nacional de Arte da China”.

Para além das exposições e da oportunidade de apreciar várias obras criadas por jovens, o público poderá assistir a um leque variado de espetáculos musicais e teatrais, a partir de Junho.


Comentários