Destaque Da Semana

Iberia Reduz Estrutura Para Enfrentar Crise De Covid-19

Diretor-Executivo Da Embraer Se Afasta Após Acordo Da Boeing

A Embraer revelou que o presidente-executivo Paulo César de Souza e Silva deixará o cargo no dia 22 de abril, após o final de seu atual mandato de dois anos. A medida segue a aprovação dos acionistas para uma ampla parceria com a Boeing

“Paulo Cesar idealizou a parceria com a Boeing e liderou o processo de negociação da transação que trará a Embraer e o Brasil para um nível muito mais competitivo e proeminente no setor de aviação global”, disse Alexandre Silva, presidente do conselho da Embraer.


Paulo César de Souza e Silva é líder de aviação comercial da empresa brasileira há seis anos e lançou o Programa E2, os jatos comerciais de médio porte considerados hoje os mais eficientes do mercado.

Em 2016, tornou-se executivo-chefe do Grupo Embraer, com a missão de tornar a empresa mais eficiente, competitiva e melhor preparada para enfrentar mudanças estruturais no mercado global de aviação.

“Sem o apoio do conselho e dos 18.000 funcionários e colegas da Embraer, nenhuma das nossas conquistas teria sido possível”, observou Souza e Silva.

“Somos desafiados a permanecer na vanguarda da engenharia e das operações."

Paulo César foi convidado para ser um conselheiro sênior do conselho, com a tarefa de facilitar a integração do futuro presidente e diretor-executivo.

Espera-se que o próximo executivo-chefe seja recrutado externamente e anunciado na reunião geral anual em abril.

Fonte: Breaking Travel News - Airline

Comentários