LATAM Vê Sua Demanda Por Voos Domésticos No Brasil Crescer 35,6% Em Julho

- Volume medido em RPK é comparado com a demanda doméstica de julho de 2021 

- Em agosto, capacidade (ASK) da LATAM no mercado doméstico brasileiro deve crescer 40% em comparação com a capacidade de agosto de 2021 

- Resultado coincide com o período em que companhia aérea alcançou a marca histórica de 54 destinos brasileiros, um recorde na sua história no País 

São Paulo - Em julho de 2022, a demanda doméstica de passageiros (medida em RPK) da LATAM no Brasil teve crescimento de 35,6% em relação à operação de julho de 2021, com uma taxa de ocupação de 79,7% dos voos. Em julho de 2022, vale lembrar, a LATAM operou quase 3 mil voos extras para atender a alta temporada no Brasil, um volume de voos adicionais que está mantido para agosto e demais meses de 2022. O resultado do último mês também coincide com o período em que a LATAM alcançou a marca histórica de 54 destinos brasileiros (eram 44 antes da pandemia de Covid-19), incluindo as recentes estreias em Presidente Prudente (SP), Montes Claros (MG), Juiz de Fora (MG), Cascavel (PR) e Caxias do Sul (RS). 

(Arquivo) 

Em agosto de 2022, a capacidade (oferta de assentos medida em ASK) da LATAM no mercado doméstico brasileiro deve crescer 40% em relação à sua operação em agosto de 2021. Ao todo, a companhia aérea programou para este mês uma média de 622 voos domésticos por dia no Brasil, incluindo a retomada das rotas Brasília-Navegantes (7 voos semanais), Brasília-Uberlândia (5 voos semanais) e São Paulo/Congonhas-Joinville (3 voos semanais). Outra novidade prevista para o mês é a abertura da nova rota Porto Seguro-Rio de Janeiro/Santos Dumont (4 voos semanais). 

Já nos voos internacionais de/para o Brasil, a capacidade (oferta de assentos medida em ASK) da LATAM deve ser 2,5 vezes maior em agosto de 2022 em relação à operação da companhia aérea em agosto de 2021. Se comparado com a oferta do período pré-pandemia (agosto de 2019), a projeção é de recuperação de 69% da capacidade. 

Atualmente, a LATAM já restabeleceu voos do Brasil para 20 destinos no exterior. São eles: Assunção, Barcelona, Bogotá, Buenos Aires/Aeroparque, Buenos Aires/Ezeiza, Cidade do México, Frankfurt, Lima, Lisboa, Londres, Madri, Mendoza, Miami, Milão, Montevidéu, Nova York, Orlando, Paris, Santiago e Roma (reinaugurado em julho). 


Operação Global Do Grupo LATAM 

Somadas todas as suas filiais, o grupo LATAM prevê recuperar até 81% da sua oferta total de assentos (ASK) em agosto de 2022, na comparação com agosto de 2019 (antes da pandemia de Covid-19). 

Além disso, prevê operar neste mês mais de 1.280 voos domésticos e internacionais por dia para 135 destinos em 22 países. Na divisão de cargas, a companhia aérea programou 1.280 voos em aeronaves cargueiras. Todas as projeções estão sujeitas à evolução da pandemia nos países em que o grupo opera. 

Ao todo, em julho de 2022 e na comparação com julho de 2019, o grupo LATAM registrou uma demanda de passageiros (RPK) de 77,8% e uma oferta de assentos (ASK) de 79,7%, resultando em uma taxa de ocupação de 82,4%. Já no transporte de cargas, registrou uma ocupação de 54,9% com um aumento de 2% em relação a julho de 2019. 

Comentários