Destaque Da Semana

Wizz Air Recupera Em Setembro Mas Ainda Fica 21,4% Abaixo Do Tráfego Pré-Pandemia

A low cost Wizz Air, que se apresenta como uma das companhias aéreas em crescimento mais rápido, indicou que em setembro transportou 2,99 milhões de passageiros, com aumento em 91,3% face ao mês homólogo de 2020, mas ainda 21,4% abaixo de setembro de 2019, pré-pandemia.

A informação da companhia aérea sobre o tráfego em setembro indica também que com esse total de passageiros atingiu este ano uma taxa de ocupação dos lugares disponíveis de 78,4%, em alta de 13,8 pontos em relação ao mês homólogo de 2020.

A Wizz Air também indicou que nos 12 meses terminados a 30 de setembro somou 16,2 milhões de passageiros, menos 33,6% que no período homólogo de 2020.

A companhia aérea realça nessa informação que em setembro anunciou novos voos, entre Debrecen e Bruxelas-Charleroi, na Bélgica, e entre Kiev e Zhulyany, Ucrânia, bem como a retoma dos voos de Debrecen para Tel Aviv, Moscou e Santorini.

A Wizz Air, diz ainda a informação, passou a proporcionar dez rotas à partida da segunda maior cidade da Hungria e a sua subsidiária no Abu Dhabi já efetuou o seu voo inaugural, para o Bahrain.