Destaque Da Semana

Emirates Transporta 15,8 Milhões De Passageiros Em 2020

Emirates E Azul Fecham Acordo De Compartilhamento De Código No Brasil

• Sistema de voos codeshare facilita a conectividade perfeita de/para oito localidades no Brasil

Dubai/São Paulo - A Emirates e a Azul, maior companhia aérea do Brasil em número de cidades atendidas e decolagens diárias, anunciaram o início de um acordo de compartilhamento de voos, que permitirá aos passageiros fazer conexão em São Paulo para/de oito cidades no Brasil, que fazem parte da rede global da Emirates.

O acordo para voos codeshare foi aprovado pela Agência Nacional de Aviação Civil e suas vendas começarão nesta quarta-feira (18) para passageiros que quiserem voar a partir do dia 25 de agosto. A passagem pode ser comprada online em emirates.com ou por meio dos escritórios de vendas locais da Emirates e agentes de viagens.

Com este acordo, os passageiros podem se conectar de/para os aeroportos de Santos Dumont (SDU) no Rio de Janeiro, Belém (BEL), Belo Horizonte (CNF), Cuiabá (CGB), Curitiba (CWB), Juazeiro Do Norte (JDO), Porto Alegre (POA) e Recife (REC) em voos operados pela Azul para voos da Emirates de São Paulo (GRU) para Dubai e outros destinos com apenas uma passagem.

"A Emirates tem o prazer de anunciar sua parceria de voos codeshare com a Azul para oferecer, aos nossos clientes, maior conectividade entre oito cidades no Brasil de/para Dubai e destinos da nossa rede global passando por São Paulo. O Brasil é um mercado importante para a Emirates e a nossa cooperação com a Azul reforça o compromisso que temos em fortalecer nosso alcance na região e oferecer mais opções aos nossos clientes. Com apenas uma passagem, nossos clientes terão acesso a uma experiência tranquila por meio de Check-In, verificação de bagagem e embarque em todos os trechos da sua viagem. Estamos ansiosos para trabalhar com a Azul e fortalecer nossa parceria no futuro", afirma Adnan Kazim, Diretor Comercial da Emirates,

"Estamos muito felizes em anunciar este acordo com a Emirates, que proporcionará excelentes benefícios e comodidades para nossos passageiros, além de um acesso a uma ampla malha nacional e internacional. Temos uma grande sinergia com os negócios da Emirates que, assim como a Azul, carregam a excelência em atendimento ao cliente no DNA. Sem dúvidas esses detalhes consolidam ainda mais nosso acordo e contribuem para o fortalecimento de nossos parceiros internacionais", celebra Abhi Shah, Vice-Presidente de Receitas da Azul.

Atualmente, a Emirates tem acordos para voos codeshare com 21 companhias aéreas parceiras e duas empresas ferroviárias em todo o mundo. Além disso, a companhia aérea também possui acordos de cooperação interline com mais de 106 companhias aéreas e ferroviárias.


Emirates E O Brasil

Hoje, a Emirates oferece cinco voos semanais para São Paulo em sua aeronave de larga fuselagem Boeing 777-300ER. O hub da Emirates em Dubai está aberto aos passageiros do Brasil com visto na chegada para negócios e turismo. Os visitantes encontram em Dubai passeios em família, pois a cidade oferece sol o ano todo, locais icônicos e opções culinárias para todos os gostos. Dubai também é a conexão perfeita para viajantes brasileiros a caminho de destinos turísticos populares, como Maldivas e Cairo.

A Emirates implementou medidas de segurança abrangentes em toda a jornada do cliente no aeroporto e a bordo para garantir a segurança e o bem-estar de seus passageiros e suas equipes. A Emirates é líder no setor com soluções centradas no cliente para eliminar o estresse do planejamento da viagem, fornecendo políticas de reserva mais generosas e flexíveis, além da extensão de sua cobertura de seguro para múltiplos riscos e ajudando os passageiros fiéis a manter suas milhas e status no programa de fidelidade.

Além dos voos de passageiros, a Emirates SkyCargo, divisão de transporte aéreo de carga da Emirates, oferece capacidade de carga em voos para os aeroportos de São Paulo e Viracopos, conectando empresas do Brasil a seus clientes em todo o mundo, apoiando o comércio internacional e facilitando o transporte de mercadorias essenciais.