Destaque Da Semana

Aena Airports Recupera Tráfego De Passageiros Em 60% Em Agosto

American Airlines Apoia Equipe Rubicon Na Assistência À Catastrofe No Haiti

São Paulo - Após o terremoto de magnitude 7,2 que atingiu o Haiti no sábado, a American Airlines está fazendo uma parceria com a Equipe Rubicon para oferecer assistência ao país. Por meio de uma doação de 1 milhão de milhas AAdvantage, a American transportará socorristas e profissionais médicos à medida que os voluntários se deslocarem para o Haiti.

"A American se orgulha de fazer parceria com a Rubicon enquanto suas equipes voam para o Haiti para fornecer a tão necessária assistência médica após este terremoto devastador", declarou José A. Freig, Vice-Presidente de Operações Internacionais da American. "Temos uma longa e orgulhosa história no Haiti, com este ano marcando cinco décadas de serviço, e continuaremos apoiando a comunidade haitiana enquanto eles trabalham para se reconstruir e recuperar."

A American tem trabalhado com a veterana organização global de assistência em catástrofes, a Equipe Rubicon, desde 2017, prestando ajuda às pessoas afetadas pelo furacão Harvey, bem como apoiando suas operações de assistência relacionadas à COVID.

"O compromisso da American Airlines de 1 milhão de milhas após o terremoto do Haiti nos permitirá mobilizar rapidamente nossas equipes médicas para atender as áreas de maior necessidade", diz William Porter, Vice-Diretor de Apoio Operacional da Equipe Rubicon. "Os voos são os principais fatores de custo em nossas operações, portanto, ter essas milhas em mãos nos permitirá redirecionar o foco para nosso impacto em terra."

A American serve o Haiti há 50 anos, operando diariamente em Port-au-Prince (PAP) de Miami (MIA) e Fort Lauderdale, Flórida (FLL), durante a alta temporada de viagens.


Sobre A Equipe Rubicon

A Equipe Rubicon serve às comunidades mobilizando veteranos para continuar seu serviço, alavancando suas habilidades e experiências para ajudar as pessoas a se prepararem, responderem e se recuperarem de desastres e crises humanitárias.

Fundada após o terremoto do Haiti em 2010, a organização cresceu para quase 150.000 voluntários em todos os Estados Unidos e lançou mais de 800 operações tanto domésticas quanto internacionais.

Em meio ao surto da COVID-19, a Equipe Rubicon não só se empenhou para continuar a oferecer assistência em resposta a desastres e reconstruir serviços nas principais áreas de missão, mas também ampliou seu escopo de missões para atender às necessidades da comunidade trazidas pela COVID.

Visite: https://www.teamrubiconusa.org para mais informações.