Destaque Da Semana

Aena Airports Recupera Tráfego De Passageiros Em 60% Em Agosto

MSC Cruzeiros Recebe Primeiro Navio Da Nova Classe Seaside EVO

A MSC Cruzeiros celebrou ontem a chegada do seu 19º navio, o MSC Seashore, primeiro da nova classe Seaside EVO, que apresenta novas tecnologias para reduzir o impacto ambiental e mais espaços de lazer.

O MSC Seashore é o maior navio de cruzeiros construído em Itália, pela Fincantieri, e apresenta novas tecnologias para reduzir o impacto ambiental, incluindo “sistemas de limpeza de gases de escape híbridos (EGCS) e sistemas de redução catalítica selectiva (SCR) inovadores, alcançando uma redução de 98% das emissões de óxido de enxofre (SOx) e reduzindo as emissões de óxido de nitrogênio (NOx) em 90%”, segundo um comunicado.

O sistema de tratamento de águas residuais, por sua vez, “foi projetado de acordo com a Resolução MEPC 227 (64) da Organização Marítima Internacional", acrescenta a nota de imprensa.

O MSC Seashore é o primeiro navio Seaside EVO, uma evolução da classe Seaside que une os navios MSC Seaside e MSC Seaview, inaugurados em 2017 e 2018, respectivamente. A melhoria dos espaços de lazer é uma das suas características distintivas, "já que 65% das áreas públicas foram reinventadas para levar a experiência do passageiro a um nível totalmente novo”

“O navio oferece 13.000 m² de espaço ao ar livre, com uma grande variedade de bares e restaurantes ao ar livre, piscinas e área de convés para relaxar e apanhar sol, bem como diferentes pontos de observação ao redor do navio para contemplar as vistas do mar”, sublinha o comunicado.

Citado na nota de imprensa, Pierfrancesco Vago, Executive Chairman da MSC Cruzeiros, afirmou que “o MSC Seashore é o primeiro navio de cruzeiros do mundo a apresentar um novo e inovador sistema de saneamento de ar”, o “Safe Air”, que “utiliza tecnologia de lâmpadas UV-C, eliminando 99% dos vírus e bactérias para garantir um ar limpo e seguro para todos os passageiros e tripulantes a bordo”.

O navio também apresenta “espaços públicos completamente recriados, um novo lounge secundário e uma oferta mais ampla em termos de restaurantes e lojas”, acrescentou Pierfrancesco Vago.

O comunicado também inclui uma declaração de Giuseppe Bono, CEO da Fincantieri, que considera o MSC Seashore “não apenas o melhor símbolo da recuperação para todo o setor dos cruzeiros, mas também da capacidade do Grupo em estimular as suas competências e solidez para preservar integralmente a nossa carga de trabalho”.