Destaque Da Semana

LATAM Brasil Retoma 75% Da Oferta De Assentos Da Sua Malha Doméstica Em Julho

- Oferta (ASK) é três vezes maior do que em julho de 2020. Em relação ao número de voos, crescimento é de 34% em relação à junho deste ano

- Brasília, Rio de Janeiro, Fortaleza e São Paulo impulsionam a retomada da companhia aérea com o incremento de voos e novas rotas

- Paris e Bogotá voltam a ser destinos internacionais atendidos pela LATAM Brasil e ajudam a companhia aérea a retomar 20% da sua oferta de assentos no exterior 

- Grupo LATAM retoma 46% da sua oferta de assentos, a maior desde o início da pandemia

São Paulo - A  operação da LATAM no Brasil em julho cresceu 34% em relação à junho, passando de 310 para 418 voos diários. Esse expressivo aumento corresponde a uma retomada de 75% da oferta de assentos (ASK) em relação ao mesmo período de 2019. Se comparado com julho de 2020, a oferta é hoje três vezes maior.

Brasília, Rio de Janeiro (Santos Dumont e Galeão), Fortaleza e São Paulo (Guarulhos e Congonhas) são os destinos mais contemplados com o incremento da malha aérea neste mês, impulsionando a retomada das operações da LATAM na região, tanto com novas rotas como frequências, fortalecendo a presença da companhia aérea principalmente em destinos para o Nordeste, Norte e Sul.

“Os dados acima refletem a retomada sustentável da operação brasileira da companhia, que está mais otimista com o avanço do processo de vacinação e com os sinais de recuperação da economia. A expectativa é que, até o final deste ano, a LATAM retome 100% da oferta de assentos no doméstico que tinha na pré-pandemia”, explica Diogo Elias, Diretor de Vendas e Marketing da LATAM Brasil.

Ao todo, a LATAM voa para 44 destinos no Brasil, o mesmo número antes da pandemia. São eles: São Paulo (Congonhas), São Paulo (Guarulhos), Brasília, Fortaleza, Florianópolis, Belo Horizonte (Confins), Curitiba, Rio de Janeiro (Galeão), Rio de Janeiro (Santos Dumont), Campo Grande, Cuiabá, Belém, Porto Alegre, Aracaju, Salvador, Ilhéus, Porto Seguro, Recife, Maceió, Vitória, Natal, Foz do Iguaçu, Navegantes, Manaus, Goiânia, Londrina, João Pessoa, Teresina, São Luís, Uberlândia, Rio Branco, Imperatriz, Palmas, Maringá, Porto Velho, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Boa Vista, Marabá, Macapá, Joinville, Santarém, Jaguaruna e Chapecó.


Voos Internacionais

Do Brasil para o exterior, a LATAM retoma neste mês 20% da sua oferta de assentos (medida em ASK) em relação a junho de 2019, com voos restabelecidos para mais dois destinos internacionais a partir do aeroporto de Guarulhos: Paris e Bogotá. Para mais detalhes desses novos voos, acesse aqui.

Ao todo, a LATAM está voando para 13 destinos internacionais: Santiago, Madri, Frankfurt, Lisboa, Assunção, Montevidéu, Cidade do México, Miami, Nova York, Buenos Aires, Cancún, Paris e Bogotá. 

Toda essa operação está sujeita à evolução da pandemia, bem como às restrições de viagens estabelecidas pelos países. 


Operação Do Grupo LATAM

Somadas todas as suas filiais, o Grupo LATAM prevê retomar até 46% da sua oferta total de assentos (em ASK) em julho de 2021, em comparação com julho de 2019.  O volume atual é o maior já operado desde a pandemia.  Em junho deste ano, a retomada do ASK foi de 36,9%.

Ainda, o Grupo LATAM deve operar neste mês 880 voos diários (domésticos e internacionais) para 116 destinos em 16 países. Na divisão de cargas, a companhia aérea prevê 1.030 voos em aeronaves cargueiras, o que representa 20% a mais do que no mesmo mês de 2019.

Em junho de 2021, o tráfego de passageiros (RPK) do Grupo LATAM foi de 32,1% em comparação com o mesmo período de 2019, com ocupação de 72,2% nos voos de passageiros e de 62,8% nos voos de carga, sendo que este último, apresentou um crescimento de 7,7 pontos percentuais em relação à junho de 2019.