Destaque Da Semana

Carnival Cruise Line Planeja Retoma Adicional De Navios Em Setembro E Outubro

Mais da metade da frota da Carnival estará navegando até outubro, com o planejamento da Carnival para continuar a operar os cruzeiros vacinados

Miami - A Carnival Cruise Line anunciou nesta segunda-feira (19) que mais três navios retomarão as operações com hóspedes em setembro e outros quatro em outubro - elevando o número total de navios para 15 - conforme o reinício bem-sucedido das operações da armadora que continuam a aumentar. Com base no sucesso de sua retomada inicial do serviço e na resposta do hóspede à experiência a bordo e aos protocolos de saúde e segurança que foram implementados, a Carnival continuará a operar todos os seus navios como cruzeiros vacinados até pelo menos outubro.

Os três navios para setembro são Carnival Glory de New Orleans, começando em 5 de setembro, Carnival Pride de Baltimore, começando em 12 de setembro, e Carnival Dream de Galveston, começando em 19 de setembro.

Em outubro, os quatro navios adicionais a serem reiniciados serão Carnival Conquest de Miami, a partir de 8 de outubro, Carnival Freedom de Miami, a partir de 9 de outubro, Carnival Elation de Port Canaveral, a partir de 11 de outubro, e Carnival Sensation de Mobile, a partir de 21 de outubro.

Relacionado a este anúncio, a Carnival está notificando os hóspedes e agentes de viagens sobre uma prorrogação de suas operações até 5 de setembro para o Carnival Pride de Baltimore, 11 de setembro para o Carnival Dream de Galveston, 4 de outubro para o Carnival Conquest de Miami e 16 de outubro para Carnival Sensation de Mobile. Os cruzeiros no Carnival Sunshine de Charleston, Carnival Ecstasy de Jacksonville e Carnival Liberty de Port Canaveral serão cancelados até 31 de outubro. Além disso, um cruzeiro de três dias no Carnival Miracle de Long Beach em 24 de setembro está sendo cancelado, e depois o Carnival Miracle começará a navegar em Long Beach em 27 de setembro.

“Estamos muito entusiasmados com nosso reinício e apreciamos muito o apoio de nossos hóspedes, agentes de viagens e parceiros portuários e de destino”, disse Christine Duffy, Presidente da Carnival Cruise Line. "Até o final de julho, teremos cinco navios em nosso plano de reinicialização, incluindo a introdução do serviço no Mardi Gras, e estamos vendo uma grande combinação de forte demanda e altos índices de satisfação dos hóspedes associados à experiência positiva dos hóspedes a bordo."

A Carnival continuará a receber hóspedes não vacinados a bordo, mas todos os hóspedes não vacinados, incluindo crianças menores de 12 anos, estarão sujeitos a testes pré-cruzeiro e pré-embarque e testes novamente antes do desembarque (em cruzeiros de mais de quatro dias), juntamente com uma taxa de US$ 150 por pessoa para cobrir os custos de testes, relatórios e exames de saúde e segurança.

No momento, a Carnival está limitando a operação de seus programas supervisionados para jovens e crianças vacinadas de 12 anos ou mais. Os passageiros não vacinados que partirem da Flórida (a partir de 31 de julho) e do Texas (a partir de 2 de agosto) também deverão apresentar comprovante de cobertura de seguro de viagem, com base nos itinerários navegados e nas exigências dos portos e destinos visitados. Essas medidas adicionais entrarão em vigor pelo menos até outubro, mas podem ser estendidas com base na orientação de consultores médicos e de saúde pública e nos requisitos dos parceiros de destino.

"A decisão de fazer viagens vacinadas foi difícil de tomar, e reconhecemos que isso é decepcionante para alguns de nossos hóspedes, especialmente para as muitas famílias com crianças menores de 12 anos que amamos velejar e que adoram velejar conosco", disse Duffy. "É importante lembrar que esta é uma medida temporária, dadas as circunstâncias atuais. Em consulta com nossos médicos especialistas e consultores, determinamos que este plano atende aos melhores interesses da saúde e segurança de nossos hóspedes, tripulação e destinos que para onde trazemos nossos navios. É muito importante continuarmos a manter a confiança de nossos parceiros de destino, para que possamos oferecer aos nossos hóspedes a melhor experiência de cruzeiro e navegar em nossos itinerários."

"Nosso plano prevê trazer de volta toda a nossa frota até o final do ano, voltando ao serviço completo - mais especialmente para os milhões de famílias que navegam conosco - e reconstruindo nosso negócio para o benefício de nossos hóspedes, funcionários e dezenas de milhares de empregos e negócios locais que dependem de nossa empresa. Continuaremos a oferecer isenções aos nossos hóspedes não vacinados, de forma limitada e com capacidade gerenciada, em até 14 dias após a viagem, quando finalizarmos a contagem de hóspedes vacinados. Quanto mais reservas conseguirmos inicialmente para os nossos cruzeiros com passageiros totalmente vacinados, mais isenções podemos oferecer para aqueles passageiros não vacinados já reservados e aqueles que desejam navegar ", acrescentou Duffy.

Os hóspedes com reservas e assessores de viagens estão sendo notificados sobre os planos para os navios de retorno, os cancelamentos de cruzeiros e o processo pelo qual eles estão sendo solicitados a seguir para confirmar o status de vacinação do viajante e solicitar uma isenção do padrão de vacinação. 

Os hóspedes que desejam mudar seus planos, que não podem esperar para ver se recebem uma isenção ou que não podem atender aos padrões de vacinação podem alterar sua reserva sem multa ou solicitar um reembolso total.