Destaque Da Semana

Finnair Voa Para 70 Destinos Na Temporada De Inverno

Muitos países estão abrindo viagens à medida que a cobertura de vacinação aumenta. A Finnair agora atualizou sua oferta para setembro-outubro e para a temporada de inverno 2021/2022 (novembro-março) para atender às necessidades de seus passageiros famintos por viagens. Os destinos de outono e inverno incluem as Ilhas Canárias, com voos começando já em setembro, bem como Miami e Tailândia na temporada de inverno. Ao todo, a Finnair voa para cerca de 70 destinos durante o inverno de 2021/2022.

(© Google Imagens)

“As restrições de viagens continuam a impactar as viagens aéreas, mas muitos países estão se abrindo para o turismo”, disse Ole Orvér , Diretor Comercial da Finnair. “Ao planejar nossa oferta, levamos em consideração os destinos favoritos e as temporadas de férias de nossos clientes - por exemplo, reabriremos voos para Miami e ofereceremos ótimas conexões para a Tailândia, sul da Europa e também para a Escandinávia.”

A Lapônia finlandesa continua a atrair viajantes e, em setembro, a Finnair oferece voos frequentes para Kittilä e Ivalo, no norte da Finlândia - ótimos destinos para experimentar as maravilhosas cores do outono da Lapônia. As frequências para a Escandinávia aumentam em outubro, quando a Finnair voa para Oslo e Copenhagen três vezes por dia, tornando as viagens de negócios de um dia mais tranquilas.

Durante a temporada de inverno, a Finnair voará diariamente para Nova York e três vezes por semana para Miami e Los Angeles. Bangkok, Phuket e Krabi estarão na oferta para a Tailândia. Ao todo, 70 destinos serão operados na temporada de inverno, e a Finnair voa para, por exemplo, Alicante, Málaga e Nice durante o inverno.

Como a oferta para o final do outono e inverno é atualizada, ajustes também ocorrerão. A Finnair entrará em contato com os passageiros afetados diretamente. Os passageiros podem optar por reembolso total ou redirecionamento, se possível.

“Comparado a uma situação normal, nosso programa de tráfego evolui conforme as orientações e restrições de viagem continuam a mudar, impactando a demanda por nossos voos”, diz Ole Orvér. “Tentamos fornecer aos nossos clientes a visão mais confiável das oportunidades de viagens de inverno, mas mudanças nos voos ainda são possíveis.”