Austrian Airlines Lança Testes Obrigatórios De Covid-19 Em Seus Vôos

Projeto conjunto com os aeroportos de Viena e Hamburgo. Resultados de teste negativos exigidos para vôos entre Viena e Hamburgo (OS171/OS172) serão realizados a partir de 12 de novembro de 2020. O teste rápido de antígeno agora é obrigatório e permanece gratuito. Não é um substituto para os testes PCR e regulamentos de viagens impostos pelo governo

Em 12 de novembro de 2020, a Austrian Airlines está iniciando uma nova fase de testes nos vôos OS171 (Viena-Hamburgo) e OS172 (Hamburgo-Viena), a fim de integrar os testes rápidos de antígeno Covid-19 na cadeia de viagens. A primeira fase do projeto está em andamento e vai até 8 de novembro de 2020. Nesse caso, os passageiros têm a possibilidade de fazer os testes de forma voluntária. Na próxima etapa, os testes serão obrigatórios para passageiros e tripulantes dos vôos selecionados. Isso garante que todas as pessoas a bordo tenham teste negativo para Covid-19.

(© Google Imagens)

A implementação dos testes rápidos de antígeno Covid-19 gratuitos ocorrerá em estreita cooperação com o Grupo Lufthansa, bem como com os respectivos aeroportos em Viena e Hamburgo. Após a realização do teste, os passageiros receberão os resultados em 10-15 minutos, por SMS ou, mediante solicitação, também, após consulta a funcionários com treinamento médico. O cartão de embarque só é acionado se o resultado do teste for negativo, possibilitando ao passageiro entrar na área de segurança e no portão. Se o resultado do teste for positivo, o passageiro afetado será atendido pelo serviço médico do aeroporto para esclarecimento completo do estado de saúde do indivíduo. Etapas adicionais serão especificadas com as autoridades de saúde responsáveis. Neste caso, o passageiro poderá fazer uma nova reserva ou cancelar seu voo da Austrian Airlines sem nenhum custo.

“Cerca de 25% dos passageiros se voluntariaram para serem testados na primeira fase de testes”, explicou o COO da Austrian Airlines, Jens Ritter. “Nosso objetivo é tornar os regulamentos de quarentena obsoletos no futuro com base em uma estratégia de teste sofisticada. Os testes obrigatórios são mais um passo neste caminho. A médio prazo, existe a esperança de que o uso de testes rápidos reduza as inúmeras restrições de viagens e torne as viagens mais fáceis e possíveis de serem planejadas novamente.”

"A economia e o turismo precisam urgentemente de mais liberdade para viajar. Portanto, precisamos de soluções que ofereçam segurança e possam ser integradas ao processo de viagem. O teste rápido de antígeno é uma forma de escapar da crise Covid-19. A operação de teste no Aeroporto de Viena funciona muito bem e estamos satisfeitos que a Austrian esteja agora expandindo esta oferta para a conexão de Hamburgo ", afirmou Julian Jäger, Membro do Conselho de Administração da empresa de operação aeroportuária Flughafen Wien AG.

O teste rápido de antígeno Covid-19 é realizado no centro de testes do Aeroporto de Viena ou Hamburgo por equipe médica especializada. O Aeroporto Internacional de Viena montou um centro de testes para esse fim na área de Check-In do Terminal 3, próximo ao balcão 370. Os testes são realizados pela equipe médica do aeroporto. Os passageiros podem fazer o teste antes da partida, sem marcação prévia. Ao sair de Hamburgo, é possível se cadastrar online com antecedência e assim reduzir o tempo de espera. Os passageiros devem comparecer ao respectivo centro de testes duas horas antes da partida. Os resultados do teste são verificados pelo pessoal do portão durante o processo de embarque. Nenhum dado é trocado, anotado ou transmitido. Esses vôos só podem ser embarcados com resultados de teste Covid-19 negativos. Como alternativa, a Austrian Airlines também aceita resultados de teste PCR negativos que não tenham mais de 48 horas na partida. Também neste caso, os passageiros também devem se apresentar no centro de testes.

A fase piloto dos testes obrigatórios da Covid-19 está programada para durar até o final de novembro de 2020. O objetivo subjacente do projeto piloto é integrar de forma otimizada o procedimento de teste no processo de viagem dos passageiros e projetá-lo de tal maneira que para ser o mais agradável possível. O programa de teste representa um projeto piloto do Grupo Lufthansa para todo o Grupo. Deve permitir a mobilidade intercontinental e a liberdade de viajar, também durante a pandemia do coronavírus, e ao mesmo tempo manter a proteção da saúde. Se as rodadas de teste se tornarem bem estabelecidas, a companhia aérea pode oferecer os testes em uma escala maior e estendê-los a outras rotas também.


Os Vôos Com Testes Rápidos De Antígeno São Marcados De Acordo

Todos os vôos operados como os chamados “vôos testados Covid-19” são designados de acordo no site da Austrian Airlines para que já possam ser identificados como tal durante o processo de reserva. Além disso, os passageiros recebem informações antes da partida por meio de um e-mail pré-voo e convite para Check-In. No momento, os testes rápidos do antígeno Covid-19 não substituem os testes PCR exigidos pelas autoridades de saúde. Isso significa que todos os passageiros devem continuar a cumprir os regulamentos de entrada locais. A obrigação de uso de máscaras a bordo dos vôos da Austrian Airlines, e também, nos aeroportos continua em vigor, com exceção das crianças com menos de seis anos e dos passageiros que apresentem a declaração médica adequada.

Os passageiros que não desejam fazer o teste também podem reservar seus bilhetes para outro voo ou cancelá-los gratuitamente, entrando em contato com o Centro de Atendimento da Austrian Airlines no tel. +43 (0) 5 1766-1000.

Comentários