Destaque Da Semana

Iberia Reduz Estrutura Para Enfrentar Crise De Covid-19

KLM Testa Taxiamento Sustentável De Aeronaves Em Schiphol

Veículo híbrido reboca aeronaves até o início da pista, que não precisam dar partida nos motores; expectativa é gerar economia de até 85% no consumo de combustível durante o taxiamento

A KLM, companhia aérea holandesa, começou hoje a participar de um teste no Aeroporto de Schiphol para testar maneiras sustentáveis ​​de taxiar aeronaves. O processo está sendo realizado com um Taxibot, um veículo de reboque híbrido que, ao contrário dos caminhões normais de pushback, é licenciado para rebocar aeronaves até o início da pista, sem que a aeronave precise dar partida nos motores. A expectativa é reduzir de 50% a 85% o consumo de combustível durante o taxiamento. A operadora do aeroporto disponibilizou o Taxibot para a KLM, Transavia e Corendon para permitir a realização de pesquisas conjuntas sobre formas mais sustentáveis ​​de taxiamento.

Aeronave da KLM taxiando no Aeroporto Internacional de Amsterdã, Schipol.

Durante o teste de hoje, um Boeing 737 vazio da KLM foi rebocado para a pista. "É importante descobrir até onde podemos reduzir as emissões de CO2 usando o Taxibot", explicou o gerente de projetos da KLM, Jeroen Jaartsveld. "Também gostaríamos de saber quanto tempo leva para taxiar com o Taxibot, que efeito isso tem na manutenção de motores de aeronaves, e como podemos introduzir o taxiamento sustentável com Taxibots em larga escala nas operações diárias de Schiphol", completa.


Voar Com Responsabilidade

A iniciativa de sustentabilidade da KLM, Fly Responsibly (Voar com Responsabilidade), lançada no ano passado, incluía um compromisso de reduzir as emissões de carbono durante o taxiamento. Isso contribuirá para a ambição da KLM de reduzir em 15% as emissões totais de carbono da sua frota em comparação com 2005.