Qatar Airways Pede Apoio Do Estado Contra O Covid-19

A Qatar Airways (QR) precisa de apoio do governo, de acordo com o CEO Akbar al-Baker, já que a companhia aérea do Oriente Médio está pronta para ficar sem dinheiro, mas promete continuar voando.

Akbar al-Baker, CEO da Qatar Airways

A Qatar Airways é uma das poucas companhias aéreas que mantêm seus serviços comerciais regulares de passageiros, esperando operar 1.800 vôos nas próximas duas semanas, de acordo com um relatório da Reuters.

"Recebemos muitos pedidos de governos de todo o mundo, embaixadas em certos países, solicitando à Qatar Airways que não pare de voar", disse Baker à agência de notícias.

O CEO garantiu que a QR continuaria voando pelo tempo que fosse necessário, já que a companhia aérea foi convidada a levar viajantes retidos de volta para casa "desde que o espaço aéreo esteja aberto, e os aeroportos abertos", mas avisa que suas receitas acabaram em breve.

Embora a companhia aérea esteja tomando medidas para economizar dinheiro, Baker, alega que não tenha definido uma data real, disse que a QR acabaria solicitando auxílio estatal na forma de empréstimos ou patrimônio.

As medidas de economia de dinheiro incluem funcionários que tiram férias remuneradas e não remuneradas voluntariamente, e Baker perde seu salário até que a companhia aérea retorne às operações completas. Os cortes de pagamento não estariam em cima da mesa neste momento.

Fonte: Airways Mag