Destaque Da Semana

Iberia Reduz Estrutura Para Enfrentar Crise De Covid-19

Air Canada Fornece Atualização Sobre As Operações Do Boeing 737 MAX

A Air Canada disse nesta quarta-feira (22) que retirou o Boeing 737 MAX de seu cronograma operacional até 30 de junho de 2020. A decisão é baseada em considerações operacionais após anúncio da Boeing de que agora estima que o 737 MAX permanecerá fundamentado pelos reguladores até meados de 2020.


A Air Canada está removendo o Boeing 737 MAX de sua operação programada para fornecer segurança aos passageiros ao planejar e reservar sua viagem. Ele também permitirá que a companhia aérea gerencie sua programação e frota com mais eficiência, pois aguarda decisões de órgãos reguladores canadenses e internacionais em devolver o 737 MAX com segurança ao serviço. Os passageiros afetados por essas alterações serão avisados ​​de seus novos itinerários e oferecerão opções de viagem adequadas.

Em conformidade com um aviso de segurança de fechamento do espaço aéreo canadense emitido pela Transport Canada, em 13 de março de 2019, a Air Canada aterrou sua frota de 24 aeronaves Boeing 737 MAX. As decisões finais sobre o retorno do 737 MAX ao serviço serão baseadas na avaliação de segurança da Air Canada após o levantamento de avisos de segurança do governo e aprovações necessárias pela FAA e pela Transport Canada.

Créditos: Air Canada - Media Centre