Destaque Da Semana

Iberia Reduz Estrutura Para Enfrentar Crise De Covid-19

Plano De Investimento Para O MIA É Aprovado

As autoridades do condado de Miami-Dade aprovaram ontem a implementação de um programa de melhorias de até US$ 5 bilhões para o Aeroporto Internacional de Miami (MIA), que cobrirá uma série de projetos nos próximos 15 anos. Desta forma, as instalações poderão suportar o crescimento estimado de 77 milhões de passageiros anuais e 4 milhões de toneladas de carga até o ano 2040.


Entre os trabalhos está o redesenho das docas E e F do Terminal Central; a expansão do Terminal Sul (cais H e J); a reforma das portas do Dique D para permitir o estacionamento de aeronaves mais estreitas e de fuselagem larga, além de jatos regionais de maior porte, a construção de dois novos hotéis (um deles com centro de convenções) e outros projetos complementares; e a ampliação das posições de estacionamento e armazenagem para operações de carregamento.

"O MIA é o principal motor econômico e porta de entrada para o condado de Miami-Dade, e gera cerca de US$ 31 bilhões em negócios, além de receber 96% dos turistas da região. O objetivo deste novo programa de capitalização é que o MIA ofereça ainda mais valor, conveniência e eficiência aos nossos visitantes, e transportadoras de carga ", disse o prefeito de Miami-Dade, Carlos A. Gimenez.

Em 2018, o MIA quebrou pela primeira vez a barreira de 45 milhões de passageiros por ano, dos quais 21,8 milhões eram internacionais (o maior número entre aeroportos na Flórida e o terceiro nos Estados Unidos). Com 2,3 milhões de toneladas, manteve a posição de maior carga internacional do país.

Fonte: Aviacionline

Comentários