Pomerode

Etimologia

Pomerode é um município do estado de Santa Catarina, no Brasil. Localizado na Mesorregião do Vale do Itajaí e na Microrregião de Blumenau é conhecido por ser "A cidade mais alemã do Brasil".

Além do português, grande parte da população local fala um alemão bastante próximo do alemão-padrão (Hochdeutsch), ao passo que a língua original da maioria dos pomerodenses é o pomerano. Portanto, há a coexistência desses três códigos linguísticos na cidade (português, alemão e pomerano).


História

Até o século XVI, a região do atual município de Pomerode era território tradicional dos índios carijós e xokleng. Com a chegada dos colonizadores portugueses, nesse século, os carijós foram escravizados e exterminados.

Desde então, a região permaneceu inabitada ou pouco povoada, até o início da imigração alemã no Brasil, no século XIX. Foi, então, fundada uma colônia na área, criada em 1863 pelos imigrantes pomeranos, estrategicamente localizada entre Blumenau e Joinville. A localização foi incentivada pelo doutor Hermann Blumenau, para que, assim, se fortalecesse o comércio entre ambas as cidades. Os lotes de terras foram divididos entre os imigrantes, que se dedicaram à produção de arroz, batata, fumo, mandioca, feijão e à criação de animais. Com a chegada do século XX, pequenas indústrias se instalaram na região, com destaque para as de porcelana.

Em 21 de janeiro de 1959, a cidade se emancipa de Blumenau e ganha status de município, tendo como primeiro prefeito (provisório) Guilherme Alípio Nunes.

Em 2000, uma cópia do portão de tijolos do porto marítimo em Estetino (Szczecin) foi aberta em Pomerode. É um símbolo de memória da região Pomerânia e sua capital Estetino. Ao todo, aproximadamente 300 mil brasileiros são descendentes de alemães pomeranos.


Clima

O clima é quente e temperado. Existe uma pluviosidade significativa ao longo do ano. Mesmo o mês mais seco ainda assim tem muita pluviosidade. Segundo a Köppen e Geiger a classificação do clima é Cfa. Em Pomerode a temperatura média é 20.6 °C. 1571 mm é o valor da pluviosidade média anual.


Idioma

Imigrantes alemães da Pomerânia estabeleceram-se na região entre 1860–1880. A língua original desses imigrantes era o baixo-alemão, um conjunto de dialetos regionais falados no norte da Alemanha. A instrução dada nas escolas, antes da campanha de nacionalização, era feita em alemão-padrão (Hochdeutsch) que, por ser a língua de prestígio, foi substituindo o pomerano. O pomerano, então, passou a manifestar-se apenas na linguagem oral, ao passo que o alemão-padrão passou a predominar. Na década de 1930, com a nacionalização, as escolas alemãs foram fechadas, mas foram reabertas na década de 1970. Atualmente, o alemão falado em Pomerode é muito próximo do alemão-padrão coloquial, mas com incorporações lexicais do português e as consequentes adaptações ao sistema morfológico e fonológico do alemão.

Em 1 de setembro de 2010, o município instituiu a língua alemã como co-oficial secundária. Em 23 de maio de 2017, o município também instituiu a língua pomerana como cooficial.


Turismo

Em muitos lugares da cidade, há casas edificadas de acordo com a típica arquitetura germânica enxaimel, restaurantes de comida alemã e festas que celebram as tradições germânicas, cuidadosamente preservadas por seus habitantes.

Todo ano, no mês de janeiro, acontece a Festa Pomerana na cidade, uma festa conhecida por ser praticamente voltada a cultura alemã, muito parecida com a Oktoberfest. Há muitos aspectos da cultura local que acontecem nessas comemorações, como o ritual do casamento pomerano tradicional, comidas e bebidas típicas e música alemã.

Existe uma feira de artesanato, com venda de produtos locais e da região; encontra-se vestuário, as tradicionais cucas, chocolates, linguiças e itens em MDF, para destaque ao Fensterbilder, produzidos na cidade. Bem como, todos os artigos de roupa típica alemã, canecos, tirantes, chapéus e os bottons para enfeite.

Na festa, há diversas competições entre os moradores, como o chope em metro, disputa de serrar madeira, tiro ao alvo, concurso de Miss da Festa Pomerana, entre outros. Cada edição reúne cerca de 25 mil pessoas e dura quase 2 semanas.

Há também outras festas, como a Osterfest (Páscoa), o Natal, Mercado das Pulgas (feira de objetos usados) e etc...