Caxambu

Etimologia

Caxambu é um município brasileiro no sul do estado de Minas Gerais. De acordo com o censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em 2010, sua população é de 21 719 habitantes. É uma das principais cidades do Circuito das Águas de Minas Gerais e conhecida como importante estância hidromineral.


Topônimo

A palavra "Caxambu" tem etimologia discutida. Existem várias interpretações:
  • teve origem do termo catã-mbu, que, no dialeto tupi dos antigos habitantes cataguás que habitavam a região, significa "água que borbulha" ou "bolhas a ferver";
  • tem origem no termo tupi kaxabu, que significa "mandacaru";
  • tem origem no termo de origem africana "caxambu", que designa:
um grande tambor;
um gênero musical;
um gênero de dança;
cartas que ficam viradas uma para outra no ato de embaralhar;
morro em forma de tambor.


História

Toda a atual região do sul do estado de Minas Gerais era território habitado pelos índios puris até a chegada dos primeiros europeus à região, a partir do século XVI.

Em 1674, o Bandeirante Lourenço Castanho Taques, seguindo a trilha de Jacques Félix, vindo de Pinheiro ao Rio Verde, avistou o Morro de Caxambum, habitado na época pelos índios cataguases. Em 1711, era conhecida como Cachambu. No ano de 1714, Caxambu era uma paragem conhecida como Cachumbu, sítio onde morava Alferes Alberto Pires Ribeiro. Neste período "As Minas Gerais" pertenciam a capitania de São Paulo e foram divididas em três Comarcas, sendo Caxambu pertencente à Comarca do Rio das Mortes (São João del-Rei). Quando assim fizeram, a divisa entre a Comarca do Rio das Mortes e da Vila de Santo Antônio de Guaratinguetá foi colocada no alto do Morro de Cachumbu (do livro "Datas e Fatos da Terra do Rio Verde", do historiador Benefredo de Sousa). Com a criação da Capitania Independente de Minas Gerais, em 2 de dezembro de 1720, era natural que permanecessem os mesmos limites, cabendo, à Capitania de São Paulo, toda a área das bacias dos rios Grande, Verde e Sapucaí. Afirma o historiador Hilton Federici, em seu livro "Histórias do Cruzeiro", que "furtivamente, os membros da Câmara de São João del-Rei fizeram mudar a posição do marco, levando-o para o alto da Serra da Mantiqueira".

Em 16 de setembro de 1901, foi criada a vila de Caxambu. E, finalmente, em 18 de setembro de 1915, foi elevada à categoria de cidade, abrangendo, até o ano de 1938, a área da atual cidade de Soledade de Minas. Em Caxambu, também estiveram outras figuras brasileiras importantes, como Rui Barbosa, que, admirado com a beleza do local, escreveu o poema "Medicina entre Flores".


Clima

Com altitude de 895 metros, tem clima tropical de altitude, com média compensada anual de 20 °C. Confirma-se, assim, seu status na classificação para clima tropical, segundo a escala internacional de Köppen, como Cwb ("C" para média das temperaturas dos três meses mais frios do ano ser superior a três graus Celsius negativos e inferior a 18 °C no mês mais frio, "w" para invernos secos e "b" para temperatura média do mês mais quente ser inferior ou igual a 22 graus centígrados).

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), referentes ao período de 1961 a 1969, 1976 a 1986, 1988 a 1989 e 1991 a 2003, a menor temperatura registrada em Caxambu foi de -2,8 °C em 23 de julho de 1962. A temperatura também ficou negativa em 1° de junho de 1979, com mínima de -1,3 °C. Já a máxima histórica atingiu 40 °C em novembro de 1993, nos dias 16 e 17, e em 3 de fevereiro de 1994. O maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 226 milímetros (mm) em 2 de janeiro de 2000. Dezembro de 1983, com 762,6 mm, foi o mês de maior precipitação.


Atrações Turísticas

Caxambu situa-se nas montanhas do sul de Minas Gerais, na região da Serra da Mantiqueira. A pequena cidade concentra o maior complexo hidromineral do mundo, com doze fontes de água mineral com propriedades diferentes, a maioria delas concentradas no Parque das Águas Doutor Lisandro Carneiro Guimarães, tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais.
  • Teleférico 
  • Centro de Caxambu
  • Parque das Águas