CCR Aeroportos Ganha Oito Novos Voos Da LATAM No Brasil

Destaque para o Aeroporto Afonso Pena, na grande Curitiba, que terá seis novas rotas a partir de 28 de março de 2022

A LATAM Brasil anunciou oito novos voos nos aeroportos que foram arrematados pela CCR Aeroportos na 6ª Rodada de Concessões, em abril de 2021. Estes aeroportos estão em fase de operação assistida entre Infraero e CCR Aeroportos, como parte do processo de transição, e devem ser operados em definitivo pela CCR Aeroportos a partir de março de 2022.

Aeroporto Afonso Pena (CWB), Curitiba, Brasil. (© Bing Imagens)

Entre as novas rotas, seis partem de Curitiba com destino a Confins, Londrina, Porto Alegre, Fortaleza, Foz do Iguaçu e Maringá. Com estas seis novas rotas, a LATAM Brasil passa a ter 10 destinos partindo de Curitiba - aumento de 150% em relação ao ano de 2021. É, portanto, a maior oferta de voos da LATAM a partir de Curitiba desde 2015.

Ainda na rede de aeroportos CCR, a LATAM lança também as rotas Santa Genoveva (Goiânia) para o Santos Dumont (Rio) e do Galeão (Rio) para Foz do Iguaçu (Paraná). "Ficamos muito felizes com a volta do voo do Rio de Janeiro para Foz do Iguaçu, pois Foz é o segundo destino mais visitado por turistas estrangeiros, que além deste roteiro, fazem o triângulo com Salvador", afirma Graziella Delicato, Gerente de Negócios Aéreos da CCR Aeroportos.

Duas novas rotas são inteiramente inéditas: Curitiba-Confins e Curitiba-Maringá, mostrando a disposição da LATAM de expandir suas rotas. A companhia aérea já abriu em novembro deste ano nova base de operação em Petrolina, subindo para 11 o total de aeroportos CCR onde opera, além de Confins. "Estamos muito otimistas com esta parceria", diz Graziella. "A LATAM representou em 2019, ano pré-pandemia, 35% do tráfego, ou 6,4 milhões de passageiros/ano nos aeroportos CCR da 6ª rodada. Esperamos crescer ainda mais em 2022."

"Graças ao seu processo de reestruturação, a LATAM ficou mais eficiente e competitiva, o que permitiu à companhia voltar a crescer no Brasil. Devemos começar 2022 com 100% da nossa capacidade doméstica pré-pandemia já restabelecida e jamais voamos para tantos aeroportos no território nacional quanto hoje. O maior beneficiado é o próprio viajante, que conta com mais opções para voar para todo o Brasil", afirma Diogo Elias, Diretor de Vendas e Marketing da LATAM Brasil.