Destaque Da Semana

Aena Airports Encerrara 2021 Com Recuperação De 43,6% Do Tráfego De 2019

- O número de passageiros em 2021 aumentou 57,7% em relação a 2020

- Dezembro terminou com 69,7% dos passageiros do mesmo mês em 2019, antes da pandemia, com mais de 12.720.000 passageiros

Os aeroportos da rede Aena fecharam 2021 com 119.959.671 passageiros, que é 56,4% menos tráfego de passageiros do que no mesmo período em 2019, ou equivalente a 43,6% do volume pré-pandemia. 

Vista externa do aeroporto Adolfo Suárez Madrid-Barajas. (© Aena)

Com respeito para 2020, ano que já foi afetado pela crise do COVID-19, 2021 encerrou com um aumento do tráfego de passageiros de 57,7%. Ao longo do ano, o número de movimentos de aeronaves foi de 1.518.713, 35,7% inferior ao em 2019; e foram transportadas 998.471 toneladas de carga, 6,6% a menos que em 2019.

Do total de passageiros registrados em 2021, 119.396.351 viajaram comercialmente, 52.043.865 em voos domésticos, 39,2% a menos que em 2019, e 67.352.486 o fizeram em rotas internacionais, 64,3% menos.


Tráfego Por Aeroporto

O Aeroporto Adolfo Suárez Madrid-Barajas registrou o maior número de passageiros na rede em 2021, com 24.135.220, queda de 60,9% em relação a 2019 e um aumento de 41% em relação a 2020.

Seguiu-se o Aeroporto Josep Tarradellas Barcelona-El Prat, com 18.874.896 (redução de 64,2% em relação a 2019 e aumento de 48,2% em relação a 2020); Palma de Maiorca, com 14.496.857 (-51,2% em 2019 e +137,3% em 2020); Málaga-Costa del Sol, com 8.874.765 (-55,3% e +72%), Gran Canárias, com 6.900.493 (-48% e +34,4%); Alicante-Elche, com 5.841.181 (-61,2% e +56,2%); Ibiza, com 4.851.819 (-40,5% e +129,9%); Tenerife Sur, com 4.605.827 (-58,8% e +35,8%); e Valência, com 4.077.836 (-52,2% e +63,9%).

Quanto ao número de operações, o aeroporto com mais movimentos de aeronaves em 2021 foi Adolfo Suárez Madrid-Barajas, com um total de 217.537 (-49%); seguido por Josep Tarradellas Barcelona-El Prat, com 163.679 (-52,5%); Palma de Maiorca, com 141.189 (-35%); Málaga-Costa del Sol, com 92.227 (-36,4%); Gran Canaria, com 83.981 (-33,6%); Ibiza, com 61.612 (-18,3%); Tenerife Norte-Ciudad de La Laguna, com 54.580 (-27,6%); e Alicante Elche, com 51.505 (-49,2%).

Em outros lugares, os aeroportos que tiveram atividade principalmente não comercial e representaram o maior número de movimentos em 2021 foram Madrid-Cuatro Vientos, com 60.759 operações (17%); Sabadell, com 51.665 (2%); e Jerez, com 41.260 (-24,3%).

Em 2021, foram transportadas 998.471 toneladas de carga em todo o Aena rede, 6,6% menos do que em 2019, uma vez que uma quantidade significativa da carga habitual foi transportado em aeronaves comerciais de passageiros.

Os quatro aeroportos que registraram maior tráfego de cargas no ano passado foram Adolfo Suárez Madrid-Barajas, com um total de 523.396 toneladas (-6,5%); Saragoça, 194.352 toneladas (6,4%); Josep Tarradellas Barcelona-El Prat, 136.107 toneladas (-23%); e Vitória, com 72.522 toneladas (12,5%).


Dezembro De 2021

Em dezembro, a rede aeroportuária da Aena movimentou um total de 12.721.263 passageiros, 30,3% a menos que no mesmo mês de 2019, equivalente a recuperando 69,7% dos números pré-pandemia, e 233,2% a mais que em 2020. Desses passageiros; 12.664.914 estavam em voos comerciais, dos quais 5.278.732 viajaram internamente, 18,2% menos que em 2019, e 7.386.182, 37% menos, fez isso internacionalmente.

O número de operações de aeronaves nos aeroportos da Aena em dezembro de 2021 foi 141.931, 12,9% a menos que no mesmo mês de 2019.

Foram transportadas 95.333 toneladas de mercadorias, menos 0,3% do que em dezembro de 2019.

Comentários