Destaque Da Semana

Brasil Encerra 2021 Com Recorde De Mais De 136k Prestadores De Serviços Turísticos Regularizados

Apenas este ano, o Cadastur recebeu cerca de 20 mil novos registros

A regularização de serviços turísticos no Brasil bateu recorde em 2021. Atualmente, 136.589 prestadores do setor estão registrados no Cadastro Nacional de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo. O número representa um aumento de 17% em relação a 2020 e é mais que o dobro dos cadastros de 2017, por exemplo. Apenas este ano, o Cadastur recebeu cerca de 20 mil novos registros.

Número de prestadores de serviços turísticos regularizados mais que dobrou em quatro anos. (© MTur)

O estado de Alagoas foi o que mais ampliou o número de prestadores regularizados no período, com aumento de 136% dos registros no Cadastur. Santa Catarina e Piauí também foram destaque, com salto de 69% e 42%, respectivamente, no número de cadastros. Entre os 26 estados e o Distrito Federal, apenas Mato Grosso e Pará não tiveram alta nos registros em 2021.

Em relação ao número total de serviços inscritos no Cadastur, São Paulo lidera o ranking dos estados (28.874), seguido do Rio de Janeiro (20.870) e de Minas Gerais (11.193). Já as atividades turísticas com mais prestadores regularizados são agências de turismo (33.999), guias de turismo (26.749) e restaurantes, cafeterias, bares e similares (19.657).

“Estamos fechando o ano, em pleno verão, com um número expressivo de serviços turísticos regularizados no país, que só vem crescendo a cada ano. Recomendamos aos turistas, quando planejarem suas viagens, que consultem no site do Cadastur a situação da agência de viagem que vai contratar, do hotel em que vai se hospedar e da transportadora turística que vai realizar os passeios, para checar se estão atuando de forma legal. Este é um importante passo que pode evitar problemas durante a viagem”, reforça o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

O ministro lembra ainda que o turista também pode consultar no site do Selo Turismo Responsável os prestadores inscritos no Cadastur que assumiram o compromisso de adotar protocolos de biossegurança contra a Covid-19 para reforçar, assim, a segurança durante as férias.

CADASTRO - O registro no Cadastur é obrigatório para guias de turismo, acampamentos turísticos, agências de turismo, meios de hospedagem, organizadoras de evento, parques temáticos e transportadoras turísticas. Clique AQUI para se cadastrar.

Também podem se cadastrar, mas de maneira opcional, as seguintes atividades: casas de espetáculo, centros de convenções, empreendimentos de entretenimento e lazer e parques aquáticos, empreendimentos de apoio ao turismo náutico ou à pesca desportiva, locadoras de veículos para turistas, prestadoras de serviços de infraestrutura para eventos, prestadoras especializadas em segmentos turísticos e restaurantes, cafeterias, bares e similares.

BENEFÍCIOS - Além de ser uma importante fonte de consulta para turistas, o Cadastur também garante diversas vantagens e oportunidades aos cadastrados. Entre elas, acesso a financiamentos; oportunidades de qualificação exclusivas; apoio em eventos, feiras e ações do Ministério do Turismo; incentivo à participação em programas e projetos do governo federal e visibilidade nos sites do MTur e do Cadastur.

Um dos programas exclusivos para prestadores regulares no Cadastur é o Selo "Turismo Responsável, Limpo e Seguro". Até agora, mais de 30 mil estabelecimentos e guias de turismo de todo o país já aderiram ao selo. Saiba mais AQUI.

FISCALIZAÇÃO - Em 2021, o Ministério do Turismo retomou uma série de visitas às cidades brasileiras a fim de incentivar a regularização de serviços turísticos. Em dezembro, técnicos do MTur estiveram em Alto Paraíso de Goiás (GO) e em Aracaju (SE) para verificar a regularidade das empresas junto ao Cadastur e reforçar a importância do cadastro para o turismo da região. A ação terá continuidade em 2022.

Comentários