Destaque Da Semana

Emirates Transporta 15,8 Milhões De Passageiros Em 2020

Emirates Expande Operações E Aumenta Conectividade Com Redução Das Restrições

• A companhia aérea vai operar 73 voos semanais para quatro destinos no Reino Unido até meados de outubro, com recente classificação dos Emirados Árabes Unidos na "lista laranja"

• A Emirates retomará as operações para o aeroporto Londres Heathrow, oferecendo seis voos diários em outubro

• Para atender à demanda, a Emirates retoma e expande as operações para 29 cidades, atingindo 270 voos, outro marco na recuperação da companhia aérea

Dubai, Emirados Árabes Unidos - Com os recentes anúncios dos Emirados Árabes Unidos facilitando os protocolos de entrada para 12 países*, e o Reino Unido adicionando os Emirados Árabes Unidos em sua "lista laranja", a Emirates está respondendo ativamente ao aumento na demanda de viagens em sua rede para facilitar aos passageiros a conexão de voo em Dubai com a ampliação das suas operações.

Como resultado da flexibilização das restrições, a companhia aérea vai restaurar a capacidade em 29 cidades de sua rede para mais de 270 voos e ajustar seus horários para aumentar a frequências e a capacidade, conforme aumenta a demanda por viagens internacionais de lazer e negócios.


Expansão De Serviços Com O Reino Unido

Até outubro, a companhia aérea vai aumentar seus serviços para 73 voos semanais para o Reino Unido, incluindo uma operação para o aeroporto Londres Heathrow seis vezes por dia; dois voos diários da aeronave A380 para Manchester, dez serviços semanais para Birmingham e voos diários para Glasgow.

Desde ontem, a Emirates começou a atender ao aeroporto Londres Heathrow com três voos diários, todos operados por sua icônica aeronave A380. Em agosto e setembro, a Emirates aumentará gradualmente suas operações para Londres Heathrow e, em meados de outubro, a companhia aérea terá restaurado suas operações para seis voos diários, quatro deles realizados com a aeronave A380, fornecendo oportunidades significativas de conexão para um dos mercados de negócios e lazer de maior demanda do mundo.

Para os passageiros da Emirates que desejam viajar para o Reino Unido, a companhia aérea otimizou os horários para fornecer as melhores opções de conexão da sua rede, incluindo as principais cidades da África, como Joanesburgo, Cidade do Cabo e Lusaka, e na Ásia Ocidental, incluindo Karachi, Islamabad, entre outras. Os requisitos de viagem mais recentes para o Reino Unido estão disponíveis aqui.


Expansão Das Operações Dos Estados Unidos E Retomada Dos Serviços Na África

Hoje, a Emirates oferece mais de 70 voos semanais para 12 cidades nos Estados Unidos e vai aumentar os voos para Houston, Boston e San Francisco em agosto para atender ao fluxo sazonal de viajantes.

A companhia aérea também aumentará a capacidade de seus quatro serviços semanais para o aeroporto de JFK em Nova York e da sua icônica aeronave A380 a partir de amanhã, 13 de agosto, melhorando as opções de viagem para os passageiros com conexão nas principais cidades dos Estados Unidos da rede da companhia aérea. A Emirates continuará fazendo ajustes nos horários e na capacidade para que seus serviços atendam às tendências de viagens dos passageiros.

A Emirates aumentou os serviços para Joanesburgo, de voos diários para 11 voos semanais, adicionando quatro voos com conexão em Durban. Além disso, a companhia aérea também oferece três voos semanais de/para a Cidade do Cabo. Os passageiros que chegam e saem dos três destinos sul-africanos da Emirates podem fazer conexões com segurança para uma série de destinos na Europa, Oriente Médio, Ásia Ocidental e Estados Unidos.

Os voos de/para a África do Sul também foram programados para permitir conexões convenientes e acesso adicional aos quatro destinos da Emirates no Reino Unido e à sua extensa rede nos Estados Unidos.

A companhia aérea também restabeleceu a capacidade de seus voos de/para Lusaka (conexão em Harare) e Entebbe, com cinco voos semanais para cada destino.

Com a reabertura das fronteiras internacionais e a redução das restrições de viagens, a Emirates continua expandindo a sua rede de forma segura e sustentável, aumentando a capacidade para atender à demanda da dinâmica do mercado e às condições operacionais. A companhia aérea retomou os serviços de passageiros para mais de 120 destinos, recuperando cerca de 90% de sua rede pré-pandemia.

*Reino Unido, África do Sul, Uganda, Zâmbia, Índia, Paquistão, Sri Lanka, Bangladesh, Vietnã, Indonésia, Nigéria, Afeganistão.