Destaque Da Semana

Felipe Bonifatti É O Novo Diretor-Geral Da Lufthansa Para América Do Sul & Caribe

Será a primeira vez que um sul-americano ocupará o cargo

Felipe Bonifatti, um dos mais destacados executivos do Lufthansa Group, acaba de ser nomeado como novo Diretor-Geral das companhias aéreas do grupo para a América do Sul & Caribe.

Felipe Bonifatti, Diretor-Geral das companhias aéreas do Lufthansa Group para a América do Sul & Caribe. (Divulgação)

"Felipe Bonifatti tem sido um propulsor de nosso sucesso em vendas nas Américas por mais de uma década, além de ser um líder com uma rica experiência adquirida em diferentes continentes ao longo de quase três décadas. Seu perfil une uma acurada visão de negócios a um profundo compromisso com os mercados locais e um espírito globalizado, o que certamente beneficiará nossos clientes desta região tão dinâmica", disse Frank Naeve, Vice-Presidente de Vendas das companhias aéreas do Lufthansa Group para as Américas.

Nascido em Mar del Plata, Argentina, Bonifatti completou seus estudos na escola alemã local, prosseguindo para sua graduação em Direito pela Universidade Nacional de Mar del Plata (Argentina) e mestrado em Relações Internacionais pela Universidade de Belgrano (Argentina).

Sua trajetória no Lufthansa Group teve início em 1992, na Argentina, e foi impulsionada por sua participação no programa de formação de executivos "International Airline Professional", que abriu portas para a sua carreira na companhia aérea e o levou a diversos cargos na América Latina, Europa e África. Em sua posição mais recente, foi Diretor-Geral das companhias aéreas do Lufthansa Group para o México e América Central.

Entre suas várias atividades de apoio à aviação na América Latina, ele é atualmente Presidente do Conselho APJC da IATA na América Central e membro do Conselho APJC da IATA no México, Vice-Presidente (3º) da CANAERO (Associação de Transporte Aéreo no México) e Conselheiro da CAMEXA/AHK México (Câmara de Comércio México-Alemanha).

Bonifatti fala Alemão, Inglês e Espanhol, e está ansioso para aperfeiçoar seus conhecimentos de Português.

Ele sucede Tom Maes, que passou a chefiar a área de Gerenciamento de Receitas da Brussels Airlines, subsidiária do Lufthansa Group sediada em Bruxelas.