Destaque Da Semana

Dubai Permite Retomada De 100% Da Ocupação Nas Propriedades Hoteleiras

O uso da capacidade estava limitado desde o início da pandemia, mas no mês passado, as regras para o setor de hospitalidade no emirado tiveram um relaxamento. Shows e eventos também estão permitidos para pessoas vacinadas

São Paulo - Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, relaxou as regras de controle da covid-19 para o setor de hospitalidade. Desde o mês passado, os hotéis puderam voltar a ter 100% de ocupação, algo que não ocorria desde o início da pandemia.

(© ANBA)

O CEO do órgão governamental de turismo do emirado (Dubai Tourism), Issam Kazim, afirmou que é o momento certo para permitir essa retomada. A declaração foi dada durante a feira de viagens e turismo Arabian Travel Market, no mês passado, em formato híbrido, com eventos online e feira presencial no Dubai World Trade Centre. “Sentimos que a demanda existe globalmente, você pode imaginar a expectativa das pessoas por não poderem viajar por tanto tempo”, disse Kazim.

Além da ocupação total nos hotéis, Dubai também passa a permitir dez clientes por mesa nos restaurantes e seis pessoas por mesa em cafés, outro aumento dos limites anteriormente estabelecidos, de sete e quatro pessoas, respectivamente, à medida que as restrições relativas à pandemia continuam a diminuir. Os brunches também estão de volta e os bares voltam a abrir por um período experimental de um mês.

Com as novas diretrizes, voltam também os shows e eventos sociais e institucionais, desde que todos os envolvidos estejam vacinados. Festas de casamento estão permitidas novamente, com capacidade máxima limitada a cem pessoas. Para celebrações de casamento em casa, a capacidade máxima é de trinta pessoas.

Para Issam Kazim, o anúncio foi mais um passo à frente em uma longa jornada de retomada desde o lockdown em março de 2020. Ele afirma que a retomada dos negócios é algo tão prioritário para o emirado quanto a garantia de ser um destino seguro.

Em maio de 2020, Kazim contou que foi implementado um plano local para o turismo doméstico, que foi testado de forma rigorosa, até que em julho as viagens internacionais foram permitidas. “Vimos os números crescerem desde então e acho que agora chegamos ao estágio em que nos sentimos confortáveis, seguros e confiantes o suficiente para saber que podemos voltar a receber mais e mais pessoas”, disse.

Sobre o retorno dos shows e de entretenimento ao vivo para a vida noturna de Dubai, Kazim afirmou que a vida de residentes e turistas no emirado está voltando a uma “normalidade”, mas com muito mais higiene e cuidado. O uso de máscaras e álcool gel ainda é necessário, e ele enfatizou que o programa de vacinação é uma parte fundamental dessa retomada.

Kazim elogiou a indústria da hospitalidade por trabalhar de mãos dadas com o governo para a retomada do turismo. “Dubai sempre foi construída sobre uma relação público-privada e essa tem sido a verdadeira chave para o sucesso de Dubai”, ele declarou.