Destaque Da Semana

ABAV Expo Volta Ao Formato Presencial No Mês De Outubro Em Fortaleza

Iberia Reinicia Serviço Madrid-Guayaquil Em A330-200 Com 80% De Ocupação

Com uma ocupação próxima a 80% e a cabine Executiva quase completa a Iberia reiniciou seus voos diretos para Guayaquil e o fez com o Airbus A330-200, aeronave EC-MJA, vinilado com imagens da Comunidade de Madrid - em um aceno para aproximar a capital espanhola da América Latina como uma porta natural para a Europa.

(Divulgação)

Esses voos são operados com aeronaves Airbus A330-200, com capacidade para 288 passageiros, 19 na classe Executiva e 269 na Econômica, o que significa quase 83.000 assentos por ano. Os Airbus A330-200´s são aeronaves bimotores e 15% mais eficientes em termos de combustível.

Sob o vôo de número IB6460, a companhia aérea opera seus voos Guayaquil-Madrid com duas frequências semanais - terças e sextas-feiras - com previsão de aumentar para três em junho.

Nas palavras de Víctor Moneo , diretor de Vendas e Acordos Institucionais da Iberia LATAM: “Recuperar a operação com Guayaquil é uma fonte de grande alegria para a Iberia, que demonstra nosso firme compromisso com o Equador, com uma oferta de quase 270.000 lugares por ano. Desde o início da crise causada por esta pandemia, a Península Ibérica manteve uma conectividade mínima com o país e conseguimos operar cinco voos de repatriação, três deles com escala em Guayaquil. Na medida em que as atuais circunstâncias o permitirem, estamos trabalhando para retomar gradativamente nossa atividade, com o objetivo de recuperar o mais breve possível nosso habitual horário de voos com o Equador.”

Os horários dos novos voos Guayaquil-Madrid são:

Guayaquil-Madrid / IB6460 / Terça e Sexta / 12:05-6:00 (+1)

Madrid-Guayaquil / IB6461 / Segunda-Feira / 00:05-05:00

Madrid-Guayaquil / IB6461 / Quarta-Feira / 23:55-04:50

Junto com Guayaquil, a Iberia acaba de anunciar em seu programa de verão o reinício de suas operações com Cali e San Juan de Puerto Rico, previsto para o mês de julho. A companhia aérea ainda aguarda a reabertura da Venezuela para retomar os voos com Caracas, o que significaria oferecer voos para 18 capitais latino-americanas.

De junho a setembro, a Iberia atingirá em média 53% da sua capacidade em 2019 nas rotas de longo curso, mais 14 pp que no primeiro semestre do ano, o que mostra o seu grande compromisso com o mercado Europa-América.