Qantas E Jetstar Adicionam Vôos Entre NSW E Victoria Na Abertura Das Fronteiras

A Qantas e a Jetstar irão operar milhares de vôos de e para Melbourne e Victoria regional durante o verão após a decisão do governo de New South Wales de abrir suas fronteiras. A partir de 23 de novembro, a Qantas e a Jetstar vão operar mais de 250 vôos por semana em cinco rotas, oferecendo aos viajantes 48.000 assentos entre os dois estados. Isso se compara a apenas dez vôos de ida e volta por semana operando entre Melbourne e Sydney (a única rota operando atualmente entre NSW e VIC).

Ambas as companhias aéreas buscarão adicionar mais vôos se houver demanda suficiente.
(© Google Imagens)

Os vôos verão a capacidade doméstica geral do Grupo Qantas aumentar de cerca de 30% dos níveis pré-COVID para pouco menos de 40% a partir do final de novembro, com mais aeronaves "acordadas" e mais funcionários retornando ao trabalho para apoiar o adicional de vôos.

Como resultado da pandemia COVID-19, a Qantas e a Jetstar introduziram uma série de iniciativas para ajudar os passageiros a fazer reservas com maior flexibilidade, incluindo permitir que um voo seja transferido gratuitamente, bem como introduzir medidas adicionais de saúde e segurança por meio de seus Programa Fly Well.

Comentários - a serem atribuídos ao CEO doméstico e internacional da Qantas, Andrew David:

“Esta é uma notícia fantástica. Nós adicionamos milhares de vôos de volta em nossa programação hoje, o que verá Melbourne-Sydney mais uma vez se tornar a rota aérea mais movimentada da Austrália.

“23 de novembro será um dia pelo qual muitas pessoas estarão ansiosas. É emocionante para a família e os amigos que podem finalmente se reunir depois de meses separados.

“Também é ótimo para as empresas e para colocar mais aviões no ar e mais pessoas de volta ao trabalho.

“Pré-COVID, Melbourne-Sydney era a rota aérea mais movimentada da Austrália e a segunda mais movimentada do mundo. Em um dia agitado, a Qantas e a Jetstar operariam mais de 100 vôos por dia entre New South Wales e Victoria. Durante o bloqueio, nossa programação foi reduzida para apenas um voo por dia.

“Quando você considera o impacto social e econômico do fechamento de fronteiras, sempre dissemos que as coisas deveriam ser abertas assim que for seguro fazê-lo. New South Wales liderou o caminho ao adotar uma abordagem sensata e baseada no risco para as fronteiras, que é apoiada pelo que é provavelmente um dos melhores programas de rastreamento de contatos do mundo. É ótimo ver New South Wales e Victoria trabalhando juntas no que é uma questão nacional. Queensland e Western Australia estão, infelizmente, adotando uma abordagem diferente, que não parece baseada em uma avaliação realista do risco.”

Comentários