LATAM Airlines Aumenta Capacidade Das Operações Para 26,8% Em Outubro

São Paulo - O Grupo LATAM Airlines segue apresentando uma recuperação gradual em sua operação de passageiros nos últimos meses. Em outubro, operou 26,8% de sua capacidade medida em ASK (assento por quilômetro oferecido). Em setembro, esse percentual havia sido de 20%, e em agosto foi de 13,9%, sempre em comparação com o mesmo período de 2019. A recuperação do Grupo LATAM vem ocorrendo após uma forte redução na sua operação em abril deste ano (quando operou somente 5,7% da sua capacidade), em função da pandemia de Covid-19.

Arquivo/BTS.news


LATAM Airlines Brasil Em Outubro

A maior oferta de vôos da LATAM em outubro foi impulsionada pelo mercado doméstico no Brasil, que operou 52,6% dos vôos do Grupo. Como resultado, a operação no mercado brasileiro foi responsável por 1,2 milhão dos 1,8 milhão de passageiros transportados pelo Grupo LATAM, em outubro. Em particular, destaque para o aumento dos vôos para a região Nordeste do Brasil.

Em clara recuperação gradual das suas operações, a LATAM Airlines Brasil seguiu fortalecendo as suas operações em outubro para 44 destinos já restabelecidos no País. Já o mercado internacional, que contou com a retomada da rota São Paulo-Cidade do México, segue impactado pelos efeitos da pandemia de Covid-19.


Grupo LATAM Airlines Em Outubro

Em outubro, o Grupo LATAM Airlines também retomou as rotas internacionais de Santiago (Chile) para Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), Guayaquil (Equador) e Bogotá (Colômbia), e retomou a operação aérea doméstica e internacional no Peru. No total, a LATAM e suas filiais realizaram 440 vôos domésticos e internacionais por semana, superando os 310 vôos semanais realizados, em setembro, o que representa um aumento de 42%.

Em outubro, a demanda de passageiros medida em RPK (passageiros por quilômetro transportado) representou 22,1% da demanda do mesmo período do ano anterior, resultando em uma taxa de ocupação de 68,1% (14,4 pontos percentuais menor do que no ano anterior).

Com relação à operação cargueira, a ocupação foi de 78,1% (15,5 pontos percentuais acima do registrado no mesmo período do ano anterior). A LATAM Cargo otimizou ao máximo o uso de sua frota de aeronaves cargueiras do modelo Boeing 767F, e utilizou aeronaves de passageiros para transporte exclusivo de cargas.

A LATAM continua reforçando as medidas de segurança e higiene em toda a sua operação, implementando as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), das autoridades sanitárias dos países onde atua e da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA). Em todos os vôos, é obrigatório o uso de máscara durante toda a viagem, o álcool gel está disponível na cabine, e é oferecido um serviço de bordo com menos interação entre a tripulação e os passageiros.

Da mesma forma, toda a frota da LATAM está equipada com filtros HEPA (High Efficiency Particulate Arrestance), capazes de remover 99,97% das partículas, incluindo vírus e bactérias, graças à renovação do ar a cada 3 minutos, o que garante um ambiente permanentemente higienizado.

Adicionalmente, a LATAM foi a primeira companhia aérea da América Latina a desenvolver “in company” um robô autônomo para a limpeza das aeronaves com raios ultravioleta (UV) - método que elimina até 99,9% dos vírus e bactérias a bordo. O robô foi 100% criado pela LATAM no Brasil, no seu Centro de Manutenção (MRO) de São Carlos (SP).

Comentários