Destaque Da Semana

IAG Relata Prejuízo Operacional De € 1,3 Bilhão No 4º Trimestre

Accor Apresenta Novo CEO Para A América Do Sul

Vindo do Reino Unido, Thomas Dubaere substitui Patrick Mendes, que segue para a França como novo Chief Commercial Officer (COO) do Grupo

Em evento virtual realizado ontem (05), a Accor apresentou seu novo CEO para a América do Sul. O belga Thomas Dubaere chega ao Brasil para comandar o maior grupo hoteleiro, em número de hotéis, do continente.

(da esq. à dir.) Thomas Dubaere, novo CEO Accor América do Sul, e Patrick Mendes, CCO Accor Global. (Divulgação)

Dubaere tem uma longa carreira na Accor. Após 10 anos no Reino Unido, primeiro como Managing Director Accor Reino Unido-Irlanda, depois como Chief Operational Officer (COO) Accor Europa do Norte (Reino Unido, Benelux e países Nórdicos), Thomas fez a região crescer com mais de 400 hotéis e 18 marcas, com mais quatro novas marcas assinadas para estreiarem até 2022, incluindo Raffles London, no The OWO, Tribe, Jo&Joe e 25hours Hotels.

Comentando sobre a reorganização, Thomas Dubaere disse: "Estou orgulhoso de ver o crescimento e a transformação do Reino Unido e da região do Norte da Europa na última década. Como acontece na Accor, é uma região dinâmica comprometida com uma coisa: pessoas. Construímos o nosso negócio com base nas nossas pessoas, parceiros e clientes e este será sempre o nosso foco. Nossa ambição permanece inalterada: desenvolver o maior e melhor ecossistema integrado de hospitalidade do setor. Assumo um novo cargo na América do Sul conhecendo a visão da região que deixo para trás e aceitando a visão, e as oportunidades da região que liderarei."

A chegada do novo CEO foi motivada por uma reestruturação global do grupo, anunciada em setembro, na qual Patrick Mendes recebeu um novo desafio e, agora, é o Chief Commercial Officer (CCO) Global, retornando à França para ocupar o cargo recém-criado, que agrupa funções como: vendas, marketing, distribuição e fidelidade.

"A Accor está passando por mudanças e recebi este convite irrecusável do Sébastien Bazin, Chairman e CEO Global. Saio com uma sensação boa de dever cumprido. Esse período de cinco anos em que fiquei à frente da Accor na América do Sul foi de crescimento, apesar das dificuldades, e também de muito aprendizado. Sempre defendi que a região tem um potencial turístico fantástico e tenho certeza de que o Thomas Dubaere vai fazer um bom trabalho e seguir liderando a Accor no seu crescimento", disse Mendes.

Além da nova posição de Patrick Mendes, a Accor também anunciou diversas mudanças estruturais, como a reorganização em oito centros geográficos (América do Norte e Central, América do Sul, Europa do Norte, Europa do Sul, África e Oriente Médio, Grande China, Sudeste Asiático e Pacífico). Nesta reorganização, não houve alteração na América do Sul, porém Dubaere chega com novas diretrizes.

"Queremos eliminar a complexidade, focar na geração de receitas e aprimorar nossas ferramentas de distribuição e portfólio de marcas. A mensagem-chave é simplificar", explicou Dubaere. "Além disso, essa reestruturação traz mais autonomia às regiões, permitindo que fiquemos cada vez mais próximos de nossos clientes", completa.

O novo CEO também falou um pouco sobre o que ele espera para a região. "Vir para a América do Sul, uma região com muito potencial e particularidades, é um desafio maravilhoso, com muita responsabilidade. A indústria hoteleira tem enfrentado tempos difíceis, mas vai sobreviver. Estou aqui para ajudar nesse processo", comentou.

"Do ponto de vista empresarial, a América do Sul é uma região muito importante para a Accor, onde somos líderes de mercado. Temos cerca de 400 hotéis na região e um pipeline com cerca de 100 hotéis. O Brasil é o principal mercado da Accor na América do Sul, com 310 hotéis e 64 em desenvolvimento. Do ponto de vista da expansão turística, a região é um mercado com grande potencial de crescimento no turismo de lazer, com belezas naturais únicas, e no turismo de negócios. Estamos focados em dar continuidade ao nosso plano de expansão na região, que ainda tem muito espaço para novos hotéis e excelentes opções de investimentos", finalizou Dubaere.

Comentários