Destaque Da Semana

Iberia Reduz Estrutura Para Enfrentar Crise De Covid-19

SAS Continua Com Tráfego Impactado Devido Ao Covid-19 Em Agosto

O número total de passageiros e a capacidade em agosto diminuíram 74% e 73%, respectivamente, em relação ao mesmo período do ano passado. No entanto, agosto também registrou um pequeno aumento de 12.000 passageiros em relação a julho deste ano.

(© Google Imagens)

O tráfego da SAS continua a ser impactado negativamente pelo COVID-19. Em agosto, a capacidade total caiu 73,4% em relação ao mesmo período do ano passado e o número de passageiros diminuiu 2,1 milhões. A demanda se recuperou um pouco melhor na Escandinávia do que em outras partes da rede e a SAS implantou sua capacidade de acordo.

“Durante o outono pretendemos aumentar o número de vôos e reabrir mais rotas, em linha com o reaquecimento da procura. Primeiramente, retomaremos o tráfego doméstico na Dinamarca, Noruega e Suécia, mas também reabriremos 18 rotas para os principais destinos europeus. Além disso, pretendemos retomar os vôos para a Ásia e mais uma vez oferecer vôos em todos os três continentes onde normalmente operamos”, disse Rickard Gustafson, CEO da SAS.

A SAS, a principal companhia aérea da Escandinávia, transporta 30 milhões de passageiros de, para e dentro da Escandinávia a cada ano. A companhia aérea tem três centros principais - Copenhagen, Oslo e Estocolmo - com mais de 125 destinos na Europa, EUA e Ásia.

Comentários