Destaque Da Semana

Iberia Reduz Estrutura Para Enfrentar Crise De Covid-19

Pesquisa Da ABIH-SP Mede Desempenho Da Hotelaria Em Julho

Associação Brasileira da Indústria de Hotéis - ABIH-SP passa a divulgar, mensalmente, resultados atualizados da pesquisa que abrange 11 RTs (Regiões Turísticas). Em julho de 2020, o desempenho geral da hotelaria do Estado de São Paulo apresentou taxa de ocupação (TO) de 19,83%; diária média (DM) de R$ 282,55; e RevPar de R$ 56,03. Estudo realizado é baseado no desempenho mensal dos hotéis associados à Instituição.

Ricardo Andres Roman Jr., presidente da ABIH-SP. (Divulgação)

“Com amostra representativa, constituída por 64,1% da base de associados, os resultados obtidos alcançam intervalo de confiança de 95% e margem de erro de 4%, para mais ou para menos”, explica Roberto Gracioso, conselheiro fiscal da entidade e coordenador geral do estudo. ABIH-SP possui 196 empreendimentos hoteleiros associados.

De acordo com Ricardo Andres Roman Jr., presidente da ABIH-SP, o objetivo da iniciativa é divulgar aos associados, órgãos governamentais e de imprensa um diagnóstico mensal do desempenho da indústria hoteleira no Estado de São Paulo. “Está evidente o elevadíssimo grau de dificuldades enfrentadas por toda a hotelaria paulista, com destaque para reduzidas taxas médias apuradas em julho de 2020 junto aos empreendimentos da capital: ocupação, 8%; diária, R$ 258,90; e RevPar, R$ 20,71”, destaca Roman Jr.

O trabalho revelou ainda que, no mês de julho, 81,54% dos hotéis estiveram em funcionamento, enquanto 18,46% mantiveram-se fechados. Oferta total de unidades habitacionais (UH´s), por conta da Covid-19, alcançou 34,59%. Já as UH´s fechadas atingiram 65,41%. O total de funcionários nos hotéis em funcionamento foi de 94,08%; e dos estabelecimentos fechados representou 5,92%. A taxa de funcionários por unidade habitacional em funcionamento chegou a 0,593.

“A metodologia adotada permite identificar também que a retomada tem início com a demanda turística terrestre, direcionada a destinos turísticos em diferentes regiões do interior e litoral”, complementa Roman Jr.

A íntegra da pesquisa está disponível no site www.abihsp.com.br.

Comentários