Destaque Da Semana

Iberia Reduz Estrutura Para Enfrentar Crise De Covid-19

VOEPASS Celebra Sucesso Da Operação Na Ponte Aérea Rio-São Paulo

 Para comemorar suas operações na ponte aérea Rio de Janeiro-São Paulo, a VOEPASS está recepcionando seus passageiros em todos os seus vôos da ponte aérea com o tradicional biscoito de polvilho da marca Globo e um chá mate gelado, bebida célebre nas praias fluminenses. A companhia aérea está operando desde o dia 05 de agosto em várias operações diárias ligando os Aeroportos Santos Dumont e Congonhas. A ação também comemora o bom resultado da operação, que teve excelente aceitação pelos passageiros.

Tripulante da VOEPASS preparando o serviço de bordo. (Divulgação)


"Nossa estreia no trecho foi um sucesso e tem superado o planejado. Temos operado com uma boa ocupação média", conta Eduardo Busch, Diretor Executivo da empresa.

As frequências dos vôos da companhia aérea são diárias. Nas segundas-feiras os vôos saem de São Paulo às 07:00, 08:40 e 16:00 com retornos às 09:10, 10:50 e 18:10. Nas terças e quartas-feiras as rotas saindo de SP são às 08:40 e 16:00 e com decolagem do RJ às 10:50 e 18:10.

Já às quintas e sextas-feiras os vôos permanecem com as mesmas frequências dos dias anteriores e ganham mais uma opção: saída de SP às 18:00 e retorno às 20:10. Aos sábados as decolagens acontecem às 09:00 com a volta às 11:10. Já aos domingos os horários são: 13:30, 16:00 e 18:00 - decolagens em São Paulo - e na rota contrária às 15:40, 18:10 e 20:10.

Ainda segundo o diretor da empresa, os passageiros já aprovaram a operação da ponte aérea na aeronave turboélice: "Nossos passageiros receberam muito bem o ATR72. É uma operação segura e muito confortável, com cabine silenciosa, bom espaço para as pernas e nota máxima no padrão de conforto da ANAC. Além disso, estamos cumprindo todos os vôos com rigorosa pontualidade, para entregar um produto de excelência", complementou.

Todos os protocolos de biossegurança da VOEPASS estão sendo cumpridos à risca durante toda a operação, seguindo as recomendações da ANAC e da ANVISA, com procedimentos de limpeza e desinfecção da aeronave com álcool em gel e produtos de nível hospitalar.

A operação segue até o dia 05 de setembro, data prevista para o fim das obras da pista principal no Aeroporto de Congonhas.

Comentários