Vendas BSP Das Agências De Viagens Portuguesas Caíram 99% Em Abril

As vendas de vôos regulares pelas agências de viagens portuguesas através dos GDS caíram 99,3% no mês de Abril, em que o país esteve em estado de emergência para travar as contaminações por Covid-19.


Dados do BSP (do inglês para Billing and Settlement Plan), que é o sistema da IATA para a regularização das vendas de vôos pelas agências de viagens, indicam que, em Portugal, as vendas ficaram em cerca de 630 mil euros, quando em Abril de 2019 tinham ascendido a 88,2 milhões.

Dados a que o PressTUR teve acesso mostram que não há registo de um mês com vendas tão baixas, nem mesmo depois dos atentados de Nova Iorque em 2001 ou durante a epidemia de SARS ou durante o período da troika em Portugal.

O menor valor mensal de vendas desde 1º de Janeiro de 2011, excluindo os 630 mil euros deste Abril e os 18,06 milhões de Março, foi o montante registado, em Dezembro de 2016, em que as vendas ficaram em 45 milhões de euros, ou seja, mais de 71 vezes o montante registado este Abril, em que o mercado está de fato parado, sem procura e sem aviões, que estão estacionados nos aeroportos.

E fontes do setor dizem ao PressTUR que Maio, já com o país em ‘desconfinamento’ e com as companhias aéreas a colocarem mais vôos em sistema, as vendas pouco mexem.

“Melhor que Abril, mas ainda assim muito baixo”, disse ao PressTUR uma fonte das agências de viagens acerca da evolução recente das vendas.

Fonte: PressTur