Destaque Da Semana

Espanha Indica Quebra De 3,6 Milhões De Turistas Estrangeiros Em Março

Espanha, que foi um dos países do mundo mais afetados pela pandemia de Covid-19, tanto em número de infectados quanto de mortos, sofreu no mês de Março uma quebra das chegadas de turistas estrangeiros que atinge 3,6 milhões.

Arquivo/BTS.news

Os dados divulgados na sexta-feira (08) pelo INE espanhol indicam uma quebra das chegadas de turistas residentes no estrangeiro no mês de Março em 64,3%, para 2,018 milhões, com a qual o balanço do primeiro trimestre fica também “no vermelho”, com uma quebra em 25,6% ou 3,6 milhões, para 10,58 milhões.

A informação indica que a quebra no mês de Março compreendeu decréscimos de 64,2% ou 712,5 mil chegadas do Reino Unido, seu maior emissor, para 397,1 mil, e de 65,7% ou 531,2 mil da Alemanha, segundo maior emissor, para 277,8 mil.

A queda mais forte foi das chegadas de Itália, que era o país com mais mortes pela Covid-19, com um decréscimo em 78,2%, para 69,8 mil.

As chegadas de turistas residentes em Portugal baixaram 62,3% ou 115 mil em Março, para 69,6 mil.

No trimestre, Espanha teve um decréscimo das chegadas de residentes em Portugal em 20,3% ou 95,6 mil, para 376 mil.

As chegadas do Reino Unido caíram 27,8% ou 780 mil no trimestre, para dois milhões, e as chegadas da Alemanha baixaram 29,9% ou 560,9 mil, para 1,31 milhões.

Assim, o segundo maior emissor para Espanha no primeiro trimestre foi França, ainda que em quebra em 20,1% ou 339,9 mil, com um total de 1,34 milhões.

Fonte: PressTur