Destaque Da Semana

Covid-19: airBaltic Garante Patrimônio Para Superar Crise

O Gabinete de Ministros da República da Letônia, como acionista majoritário da companhia aérea letã airBaltic, aprovou hoje o investimento de até 250 milhões de euros no patrimônio da airBaltic, a fim de mitigar a companhia aérea para superar a crise econômica causada pela COVID- 19.


Martin Gauss, CEO da airBaltic, disse: “Com este novo investimento em ações, podemos começar a executar nosso novo plano de negócios Destino 2025 CLEAN, que se concentra em um novo começo para a airBaltic assim que os vôos internacionais forem retomados. Isso facilitará o crescimento bem-sucedido da companhia aérea assim que o impacto da crise do COVID-19 começar a diminuir.”

O plano do governo da Letônia, que permanece sujeito à aprovação da Comissão Europeia, é fornecer seu investimento à airBaltic, em tranches. Cada parcela de investimento será fornecida de acordo com as regras do mercado, e não excederá as perdas causadas como resultado da crise da COVID-19.

Após esse investimento, a participação do Estado letão na airBaltic aumentará de 80,05% para 91%.

Em 23 de abril, o Conselho Fiscal da companhia aérea letã airBaltic aprovou o novo plano de negócios da companhia aérea apresentado pela gerência da airBaltic. O novo plano prevê uma frota reduzida para os próximos anos, retomando inicialmente as operações com 22 aeronaves Airbus A220-300. O novo plano leva em consideração a capacidade reduzida para os anos 2020 e 2021, enquanto, ao mesmo tempo, prevê o crescimento de até 50 aeronaves Airbus A220-300 até o final de 2023.

As 30 opções adicionais do Airbus A220-300 permanecem para crescimento futuro.