Destaque Da Semana

IATA Alerta Governos Sobre Alto Custo De Testes De COVID-19



United Airlines Continua A Reduzir O Cronograma Internacional

A United Airlines continua a gerenciar agressivamente o impacto do surto de coronavírus (COVID-19) nos funcionários, passageiros e negócios. Devido a mandatos do governo ou restrições em vigor que proíbem viagens, a companhia aérea está reduzindo seu horário internacional em 95% para abril.

Boeing 747 da United Airlines.

A programação internacional revisada estará visível no united.com no domingo, 22 de março:

Atlântico

A United Airlines está retirando sua operação transatlântica restante. As partidas finais para o oeste ocorrerão em 25 de março, com exceção do serviço Cidade do Cabo-Nova York/Newark, que operará conforme programado anteriormente com o último voo que partiu da Cidade do Cabo, em 28 de março.


Pacífico

A United Airlines reduzirá sua operação Trans-Pacífico restante a partir de domingo, amanhã, 22 de março, com partidas finais para o leste em 25 de março, com exceção do serviço entre São Francisco-Tahiti, e São Francisco-Sydney, que terá retornos finais para São Francisco, em 28 de março. A United Airlines manterá alguns vôos de Guam, bem como uma parte do serviço Island Hopper (Guam-Honolulu).


América Latina

A United Airlines reduzirá sua operação no México nos próximos cinco dias. Após 24 de março, a companhia aérea manterá apenas um pequeno número de vôos diurnos para determinados destinos no México. A United Airlines retirará suas operações restantes na América Central, e do Sul. As últimas partidas para o Sul ocorrerão, em 24 de março.


Canadá

A United Airlines suspenderá temporariamente todos os vôos para o Canadá a partir de 1º de abril - onde em destinos em que as ações do governo impedira-se de voar, a companhia aérea vem buscando ativamente maneiras de trazer passageiros que foram impactados por restrições de viagem de volta aos Estados Unidos. Isso inclui que a companhia aérea iria trabalhar com o Departamento de Estado dos EUA, e os governos locais, para obter permissão para operar o serviço.