Destaque Da Semana

IATA Alerta Governos Sobre Alto Custo De Testes De COVID-19

TAP Introduz Vôos Para O Rio De Janeiro Na Programação Até Abril

A companhia de aviação portuguesa TAP divulgou uma nova programação de voos até 19 de Abril, mantendo um total de 70 vôos por semana, mas com a introdução de uma ligação semanal com o Rio de Janeiro. A companhia aérea indicou que até 19 de Abril tem programados 11 vôos de longo curso por semana para América do Norte, e Brasil; 14 internacionais intra-europeus e 45 domésticos, de Lisboa para o Porto, Funchal e Ponta Delgada.


“Vamos continuar a trabalhar no sentido de minimizar os danos causados aos nossos passageiros, convictos de que em breve iremos repor a nossa operação, sempre com o foco em proporcionar a melhor experiência aos nossos passageiros, no futuro; e na sustentabilidade da TAP”, realça a informação divulgada no website da TAP.

A programação para o Brasil prevê dois vôos por semana para São Paulo, e um por semana para o Rio de Janeiro, em ambos os casos em Airbus A330-900.

Para a América do Norte a TAP mantém vôos para Newark, Boston, e Miami, nos Estados Unidos, e Toronto, no Canadá, em todos os casos duas vezes por semana, em A330-900 nos casos de Newark e Miami, e em A321 LR para Boston e Toronto.

A operação intra-europeia inclui apenas vôos, em Embraer 190, quatro vezes por semana para Londres Heathrow e duas vezes por semana para Bruxelas, Genebra, Frankfurt, Paris Orly e Amesterdã.

Os vôos domésticos são também em Embraer190, três vezes por dia Lisboa-Porto, duas vezes por dia Lisboa-Funchal, uma vez por dia Lisboa-Ponta Delgada e três vezes por semana Lisboa-Terceira.

Em relação à programação anteriormente avançada pela TAP sobressai ter incluído vôos para o Rio de Janeiro, mas com menos um para São Paulo, e mantém a inexistência de ligações com países africanos e, internamente, com Faro.

A TAP, que indica que a sua programação normal inclui 3.000 vôos por semana ao manter apenas 70 nestes tempos de pandemia de Covid-19 com uma redução da operação em 97,7% em número de vôos, e bastante maior em capacidade medida em ASK (do inglês para lugares x quilómetros voados), tendo em conta que os aviões indicados para os vôos intra-europeus serem menores que os habitualmente utilizados, continua a operar minizando questões econômicas, e gerênciais.

Créditos: PressTur
Imagem: Google Imagens