Publicidade

Postagem Em Destaque

TUI Reinicia Atividades De Verão Em Toda Europa

Imagem
A temporada de verão 2020 começa em mais e mais países. Todos os operadores turísticos e companhias aéreas da TUI estão prontos para reiniciar seus negócios. Os primeiros vôos de lazer já decolaram, por ex. da Alemanha, Bélgica ou Suíça. As Ilhas Baleares, Grécia, Chipre, Portugal e Croácia estão no foco das primeiras férias.


A TUI aprecia a iniciativa da Comissão Europeia de reabrir as viagens para países fora da UE em breve. É correto e reflete a demanda de muitos turistas em permitir viagens para países fora da UE sempre que possível de maneira segura e responsável, como na Turquia ou Marrocos. As conversas com os respectivos governos dão confiança de que seus protocolos de saúde e segurança atendem aos mais altos padrões da UE. Como um grupo de turismo integrado com suas próprias operadoras de turismo, hotéis e companhias aéreas, a TUI está bem preparada para oferecer férias nesses destinos populares a curto prazo, uma vez que as restrições nacionais de viagens tenham sido levanta…

Publicidade

Nova Zelândia Combina Paisagens De Filme E Histórico De Luta Pelos Direitos Das Mulheres

Às vésperas do Dia Internacional da Mulher, entenda por que o país também é famoso pelo tratamento dado à população feminina e conheça dez pontos turísticos que homenageiam essas conquistas

Que a Nova Zelândia é um país de cenários de filme, paisagens paradisíacas e muita aventura, quase todo mundo sabe ! Mas o destino também é conhecido e reconhecido por seus avanços nos campos econômico e social, especialmente no tratamento dado às mulheres.


Foi, por exemplo, o primeiro país a conceder direito de voto às mulheres e é um dos poucos no mundo onde os casais têm direitos iguais em relação à criação dos filhos e licença parental. Além disso, a primeira-ministra Jacinda Ardern é mundialmente conhecida tanto por suas ideias e atitudes, e é uma inspiração em assuntos como direitos das mulheres e mudanças climáticas.

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, comemorado neste domingo (8), conheça 10 maneiras de prestar homenagem a grandes líderes neozelandesas quando estiver visitando o país:

  • Logo na chegada à Nova Zelândia, é possível homenagear a aviadora Jean Batten, que se tornou a personalidade neozelandesa mais conhecida da década de 1930 devido ao seu recorde de número de vôos individuais: sua estátua está colocada na saída do terminal internacional do aeroporto de Auckland;
  • No museu Te Papa, em Wellington, conheça a exposição Whakatu Wahine – Mulheres na Nova Zelândia, que destaca a história de diversas mulheres que lideraram mudanças positivas na comunidade;
  • Até o fim de abril, o Museu de Wellington hospeda a exibição Suffrage in Stitches, que conta com 546 painéis de tecido costurados individualmente, que transmitem a história das 546 mulheres que assinaram a petição original pedindo o direito a voto;
  • Ainda em relação ao voto feminino, em Christchurch, o Kate Sheppard National Memorial foi inaugurado em 1993 para comemorar o centenário da conquista das mulheres neozelandesas ao direito de votar. O memorial leva o nome da líder da campanha pelo voto feminino no país;
  • As mulheres maori fazem tours guiados pelo vale termal Whakarewarewa, em Rotorua, desde 1890, quando os primeiros missionários e comerciantes chegaram à região;
  • Outra oportunidade de fazer um tour conhecendo as raízes maori é utilizar o serviço do Napier Maori Tours, que faz visitas ecoculturais em tribos e terras ancestrais;
  • Talvez, à primeira vista, o nome Parris Goebel não traga muitas lembranças. Mas Parri$, como é conhecida, é dançarina e coreógrafa, e coreografou nada menos que a apresentação de Jennifer Lopez no Super Bowl. em fevereiro deste ano; seu estúdio de dança, o The Palace, fica em Manurewa, Auckland;
  • Na Ilha Norte, o nome da cidade de Whakatane significa “agir como homem”. A história remonta ao século 12, quando as canoas eram vetadas para as mulheres. No entanto, após os homens partirem, a jovem Wairaka, filha do chefe Toroa, liderou as mulheres em uma canoa para salvá-las e as levou para a costa. Em sua homenagem, existe uma estátua de bronze no local;
  • O distrito de Hokianga, no extremo norte, abriga outra estátua, essa recém-inaugurada: de Whina Cooper, famosa líder maori que batalhou pelos direitos de seu povo e das mulheres;
  • E, por fim, na pequena cidade rural de Waimate está a estátua de Margaret Cruickshank, médica local morta em 1918, a primeira erguida para homenagear uma mulher que não fosse a rainha Victoria.