Destaque Da Semana

Iberia Reduz Estrutura Para Enfrentar Crise De Covid-19

Alitalia Encerrará Operações Em Junho Se Não Conseguir Investidores, Diz Ministro

Após ter o deadline (data limite) para o recebimento de propostas de resgate adiado por oito vezes e negociações que não obtiveram êxito, a Alitalia agora entra em “contagem regressiva”. De acordo com o ministro da Economia da Italia, Stefano Patuanelli, restam apenas seis meses para salvar a estatal aérea italiana. Caso não haja nenhum acordo com qualquer investidor até junho, a Alitalia encerrará suas operações.


“Temos seis meses para salvar a Alitalia. O objetivo é fechar um acordo até meados deste ano, com o término do mandato do comissário. Caso contrário, a Alitalia terá suas operações encerradas. O empréstimo de 400 milhões de euros já foi feito. Agora, não haverá outros fundos”, afirmou o ministro, ao lembrar do empréstimo aprovado pelo Conselho de Ministros da Itália, no dia 2 de dezembro, mantendo a companhia viva por mais seis meses.

Esta portanto é a ultima intervenção do governo italiano para salvar a Alitalia, que já gastou mais de US$ 10 bilhões em receita de contribuintes italianos nos últimos anos.

Hoje, a companhia aérea italiana perde cerca de US$ 2,2 milhões por dia e segue sob controle de uma comissão que cuida do seu processo de insolvência desde 2017.

“Iremos trocar a marca Alitalia e toda a estrutura da empresa”, declarou Patuanelli, sem revelar mais detalhes.