Hurtigruten Revela Planos Para Navios De Expedição Com Motor Híbrido

A Hurtigruten revelou que vai reformar três de seus navios para transformá-los em navios de cruzeiro de expedição híbridos - onde equipados com baterias, e outras tecnologias verdes, os três navios operarão durante todo o ano em cruzeiros de expedições ao longo da costa norueguesa, a partir de 2021, em itinerários a serem divulgados. A Hurtigruten apresentou neste verão o primeiro navio de cruzeiro híbrido do mundo, o MS Roald Amundsen, à sua frota.


“Com estes novos navios de cruzeiro de expedição, você poderá explorar a Noruega como nunca antes, com todos os confortos, instalações e conhecimentos necessários para criar uma aventura perfeita."

"Combinado com a tecnologia verde inovadora, esses navios vão realmente se destacar", disse o executivo-chefe da Hurtigruten, Daniel Skjeldam.

À medida que são transformados em navios de cruzeiro de primeira classe, os atuais MS Trollfjord, MS Finnmarken e MS Midnatsol, serão renomeados como MS Maud, MS Otto Sverdrup e MS Eirik Raude.

A MS Otto Sverdrup terá baterias instaladas durante uma estada no ano que vem, com uma carta de intenções para a mesma instalação da bateria no MS Maud, e no MS Eirik Raude, em 2021. As baterias suportarão os motores dos navios e reduzirão drasticamente as emissões. Os três navios também serão equipados para energia em terra, para reduzir as emissões a zero - quando ancoradas em portos com instalações de energia em terra. Além disso, os três navios receberão motores de baixa emissão substancialmente atualizados, cumprindo todas as regulamentações conhecidas, e futuras (Tier3).

Skjeldam acrescentou: “Na Hurtigruten, a pressão por soluções sustentáveis ​​e introdução de tecnologia verde é o cerne de tudo o que fazemos."

“Nós operamos em algumas das áreas mais espetaculares do mundo."

"Isso vem com uma responsabilidade."


Comentários